IOEB

Paraíso tem 66ª posição no IOEB

Por: Redação | Editoria: educacao | 23/12/2017 | Visualizações: 369

Coordenadora e a secretária de Educação de Paraíso participaram de levantamento realizado pelo IOEB sobre o município - Foto de Reprodução

A educação municipal de São Sebastião do Paraíso foi classificada em 66º lugar em Minas Gerais e é a 158ª colocada em todo o País no IOEB (Índice de Oportunidades da Educação Brasileira). O indicador aponta a situação da educação nos estados e municípios brasileiros, tendo em vista o aperfeiçoamento educacional. "Para nós foi um resultado surpreendente e positivo que revela que as ações desenvolvidas no setor nos últimos tempos estão acertadas e é fruto de muito comprometimento na nossa equipe de trabalho", comenta a Coordenadora Pedagógica da Rede Municipal de Educação, Ana Elizabete de Carvalho Pádua.
O Índice, organizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), em parceria com o Instituto Península, Fundação Roberto Marinho, Fundação Lemann e Instituto Natura, é executado pela consultoria METAS Sociais. O IOEB tem como objetivo apresentar práticas que contribuem para o aperfeiçoamento educacional nas cidades ou estados. O Estudo identifica e oferece oportunidades que servem de inspirações a outros gestores educacionais na abordagem das questões que indivíduos enfrentam em diversas regiões.
O indicador aponta cada município será determinante para o sucesso educacional das pessoas que ali vivem. O cálculo é feito ao capturar todo ecossistema da educação básica, a pesquisa leva em consideração todas as crianças em idade escolar dos municípios e estados, abordagem única entre os índices de educação, que redundam na equação formada pelos indicadores de resultados mais os indicadores de consumo. São medidos aspectos como taxa de matrícula do Ensino Médio, IDEB do 5º ao 9º ano, formação dos professores, experiência dos diretores, número de horas/aula e atendimento na educação infantil. 
Em 2017, além do lançamento dos dados mais recentes do estudo, o IOEB conta também com o estudo "Desafios Compartilhados da Educação Brasileira" que entrevistou 26 secretários de Educação de cidades que são destaque em 2017. Segundo a secretária a medida tem por objetivo entender como aconteceram as boas transformações que permitiram um bom desempenho educacional. No ranking por estado São Paulo está em primeiro lugar com 5,3 e Minas Gerais é o segundo colocado com 5,1
A pesquisa feita pelo IOEB é feita a cada dois anos. O estudo é baseado em entrevistas realizadas com secretários municipais de educação dos municípios que estão entre os 100 melhores do País. "Estive com a secretária de Educação, Maria Ermínia de Oliveira Campos, em São Paulo, onde participamos desta entrevista, também foi nos enviado um questionário que respondemos detalhes sobre o atendimento que é feito em Paraíso", acrescenta Ana Elizabete.
Conforme os números apresentados, Paraíso ficou em 66º lugar em Minas que possui 853 municípios e foi o 158º em todo o País onde existem mais de 5.570 municípios. Paraíso teve índice de 5,4, enquanto que a média nacional dos municípios brasileiros foi de 4,7. Sobral que pelo segunda vez ocupa o topo to ranking teve média de 6,2. "Estivemos com os educadores de Sobral (CE) que ficou em primeiro lugar, vamos tentar visitar e conhecer a realidade do trabalho que é realizado e verificar o que podemos melhorar para alcançarmos índices mais elevados", comenta a coordenadora. Em 2015 São Sebastião do Paraíso teve média de 5,3.  
Para o estudo, que está em sua segunda edição, são levados em conta indicadores de resultado e de insumos, como qualidade dos professores, experiência dos diretores, tempo de jornada na escola das crianças e taxa de atendimento na educação infantil. "Nós estamos muito contentes com os resultados apresentados sobre a nossa cidade porque o estudo se constitui numa ferramenta para incentivar e direcionar os governantes e gestores públicos a trabalhar em conjunto pela melhoria da qualidade da educação", aponta a secretária Maria Ermínia.
O objetivo principal é apresentar práticas utilizadas nos municípios que têm tido sucesso em oferecer oportunidades educacionais com a intenção que sejam inspirações para outros gestores educacionais na abordagem de questões que enfrentam seus territórios. Nas entrevistas foram abordados temas como atendimento, aprendizagem, monitoramento e avaliação, frequência e fluxo escolar, gestão de pessoas, gestão de recursos financeiros e físicos e colaboração entre gestores, além de relação com a sociedade.  
O IOEB inclui as crianças e adolescentes em idade escolar que deveriam estar na escola e não estão - responsabilizando, de forma inédita, municípios e estados por todas as crianças e adolescentes que vivem naquela localidade e não estão na escola. O índice identifica quanto cada cidade ou estado contribui para o sucesso educacional dos indivíduos. O indicador oferece os dados sobre a qualidade do ecossistema da educação para crianças e jovens de uma determinada localidade.


POSIÇÃO E INDICE DOS MUNICÍPIOS DA REGIÃO NO IOEB
Município Índice Posição Nacional
Arceburgo 5,0 667º
Capetinga 4,5 2.410º
Cássia 4,9 982º
Fortaleza de Minas 4,8 1291º
Guaranésia 5,1 493º
Guaxupé 5,2 305º
Jacui 5,3 170º
Itaú de Minas 5,1 496º
Monte Santo de Minas 5,1 487º
Passos 4,9 986º
Pratápolis 4,8 1361º
São Sebastião do Paraíso 5,4 154º
São Tomás de Aquino 5,0 606
Fonte: IOEB

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897