MANANCIAIS

Prefeitura e Copasa assinam acordo para recuperação de mananciais

Por: Roberto Nogueira | Editoria: cidades | 27/12/2017 | Visualizações: 17402

Córrego Liso de Paraíso integra o programa já apontado como um dos mais poluídos do Estado - Foto de Arquivo Jornal do Sudoeste

A Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais), com participação da Emater/MG (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais) e do Igam (Instituto Mineiro de Gestão das Águas) assinou com 14 prefeituras mineiras, em Belo Horizonte, um Termo de Cooperação Técnica. O documento vai possibilitar o desenvolvimento das ações previstas nos Programas Pró-Mananciais e Cultivando Água Boa, para a adequação de estradas vicinais, construção de bacias de contenção de água de chuva e conservação de solo e água. São Sebastião do Paraíso e Itaú de Minas estão entre os municípios da região que participarão do projeto. 
A partir da assinatura do Termo de Cooperação, os recursos destinados pelo programa serão otimizados, reduzindo os custos e potencializando os resultados a serem obtidos. "Essa parceria permitirá a implementação dos planos de recuperação ambiental das bacias hidrográficas e das áreas de recargas que contribuem com os sistemas de abastecimento de água", ressaltou o superintendente de Meio Ambiente da Copasa, Nelson Cunha Guimarães. A expectativa é de que em Paraíso possam ser beneficadas as bacias do rio Santana e Córrego Liso.
De acordo com a presidente Sinara Meireles, a Copasa, juntamente com o Igam, a Emater-MG  e a Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae),  têm trabalhado para a preservação das áreas de recarga de mananciais e das bacias hidrográficas.  "A assinatura desses convênios faz parte de um conjunto de ações que irão permitir, a partir do envolvimento da comunidade local e das prefeituras, a possibilidade de arraigar o conhecimento da situação dessas áreas, trazendo para o cotidiano das pessoas e instituições práticas que possam ser complementares e adequadas do ponto de vista ambiental. Apesar de todas as dificuldades, estamos buscando novos caminhos e estratégias para alcançar esses objetivos, que é a preservação das águas", afirmou.
Paraíso e Itaú de Minas estão entre as cidades da região que participam do convênio. O documento foi assinado com os municípios de Campanha, Campos Gerais, Capitólio, Carmo do Rio Claro, Corinto, Curvelo, Florestal, Monte Belo, Morro da Garça, Pedralva, São Tomé das Letras e Varginha, na presença dos diretores de Operação Norte (DNT), Gilson Queiroz; de Operação Sul (DSL), Frederico Delfino; e de Operação Metropolitana (DMT), Rômulo Perilli. O presidente da Emater-MG, Glenio Martins, reforçou a parceria firmada com a Copasa, no intuito de unir os esforços para recuperar, reavaliar e repensar as intervenções no solo, na água e nos ecossistemas.
Para Marília Carvalho de Melo, diretora geral do Igam, essa é uma ação importante. "Temos que nos comprometer em termos capacidade de prover água, não só para o abastecimento público, mas para os múltiplos setores que precisam de água. Essa é uma ação inovadora e a Copasa tem demonstrado essa preocupação não só no ponto de captação, mas também na gestão da bacia hidrográfica, uma visão moderna que integra também nosso programa do Governo do Estado", comentou Marília.

 

PRÓ-MANANCIAIS
O programa, assim como o Cultivando Água Boa, tem em sua concepção a cultura de sustentabilidade, as ações de sensibilização, de mobilização e de educação ambiental, o estímulo à mudança de hábitos e costumes, a ética do cuidado, a construção coletiva do sentimento de pertencimento à microbacia hidrográfica e a responsabilidade compartilhada.
Além disso, integra o compromisso da Copasa com a responsabilidade socioambiental do desenvolvimento sustentável, trazendo em seu nome a ideia da prevenção, do antecipar ações no cuidado, na proteção e recuperação das águas desde a sua nascente, indo além de cumprir as obrigações legais.
No Distrito de São Sebastião do Paraíso (DTSS), onde já foi montado o Comitê Gestor Local, que tem como representante da Copasa a analista de saneamento, Solange Braghini, o programa também já foi implantado nas cidades de Monte Belo, Itaú de Minas, Carmo do Rio Claro e Paraíso. Na oportunidade representaram a Copasa no evento, o encarregado do Sistema de Capitólio e Escarpas do Lago, Paulo Portela, e sua equipe; a analista Administrativo, Coordenadora do Programa Chuá de Educação Ambiental, Cybele Guidi, o engenheiro de Produção e Operação, Marlon Cezar Aguiar, o encarregado do Sistema de São Sebastião do Paraíso, Mauri Mariano, e o técnico em meio ambiente, Gilson de Souza. O encontro contou ainda com representantes do IEF, da EMATER e da sociedade civil.
O Pró-Mananciais é uma ferramenta que contribuirá na recuperação e manutenção dos mananciais e no aprimoramento da relação com as comunidades onde a Copasa presta serviço.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897