TRANSMISSÃO

Inaugurada linha de transmissão de energia que corta Paraíso e região

Por: Roberto Nogueira | Editoria: tecnologia | 27/12/2017 | Visualizações: 6810

- Foto de Reprodução

Com 2.092 quilômetros de extensão, a maior linha de transmissão de corrente contínua da América Latina entrou em operação no dia 12 de dezembro. A inauguração do trecho entre a Usina de Estreito, em Ibiraci, até Fernão Dias, cuja linha passa por São Sebastião do Paraíso, ocorreu na quinta-feira,22.  A linha de transmissão tem tecnologia inédita no Brasil com ultra-alta tensão de 800 kV, permitindo o transporte de energia com redução de perdas.
O trecho pronto tem dois mil quilômetros de extensão e passa por quatro Estados, Pará, Tocantins, Goiás e Minas Gerais, cortando 70 municípios. A rede é a maior transmissora de corrente contínua da América Latina. A subestação de Ibiraci foi erguida a cinco quilômetros do bairro rural da Lage, no sentido de Estreito. Ela fará a transformação da energia contínua (800 kilovolts) em alternada (500 kv), vinda de Belo Monte, e a distribuição para os consumidores da região Sudeste.
De acordo com os operadores, o novo sistema aumenta a segurança energética do Brasil e reduz a necessidade de geração térmica que tem o custo mais elevado. “A nova linha vai permitir a transferência de até quatro mil MW de energia gerada em Belo Monte para os grandes centros consumidores de energia elétrica do País. Teremos uma energia com menor preço e de característica renovável, que é a gerada por hidrelétricas. As termelétricas são sempre mais caras”, disse o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior. 
A solenidade alterou a rotina pacata de Ibiraci. A cidade foi tomada por uma comitiva de autoridades e empresários, a maioria, chineses. Temer, que havia confirmado presença, não apareceu. O presidente foi representado pelos ministros de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco. O embaixador da China no Brasil, Li Jinzhang, esteve presente. As obras foram entregues com dois meses de antecedência já que a previsão para o término era em fevereiro de 2018. 
O deputado federal Carlos Melles integrou a comitiva oficial do Governo Federal que visitou a subestação em Ibiraci. O chamado “linhão” de Belo Monte, um dos mais extensos do país, exigiu a instalação de 4.500 torres e de 25 mil quilômetros de cabos. As linhas de transmissão passam por municípios da região como São Tomás, São Sebastião do Paraíso, Itamogi, Monte Santo. Em Paraíso a linha corta uma extensão de 18,1 quilômetros. A rede oriunda de São Tomás passa em bairros rurais como Pimentas, Aberta Grande, Sapé, Distrito Industrial II, Taquaral, Marques e Machado e sai em direção a Itamogi. 
Proprietários destas áreas foram remunerados pelo uso da terra, sendo que o regime de servidão prevê a utilização de um espaço de 65 metros de cumprimento. Durante os trabalhos que duraram mais de um ano foram gerados mais de 100 postos de trabalho na unidade que funcionou na cidade.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897