COLÉGIO GALILEU

João Pedro Fidelis Belluzzo, aluno do Colégio Galileu, é um dos 53 alunos, no país, a tirar nota 1.000 na redação do ENEM/2017

Por: Redação | Editoria: educacao | 19/01/2018 | Visualizações: 14469

João Pedro Fidelis Belluzzo - Foto de Reprodução

Pela primeira vez, São Sebastião do Paraíso tem um aluno nota 1.000 no ENEM: João Pedro Fidelis Belluzzo, filho da professora de Química Ana Sílvia e do empresário Robson Pereira Belluzzo, atingiu esta cobiçada nota no ENEM/2017.
João Pedro é aluno do Colégio Galileu desde os dois anos de idade, e de acordo com a direção e professores  foi sempre dedicado e focado nos estudos.
O ENEM pede na prova de redação que o aluno desenvolva um texto dissertativo argumentativo com tema específico. Nesse ano o tema proposto foi "Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil". Apesar de os professores terem abordado  o tema da inclusão de alunos portadores de  deficiências nas escolas brasileiras, o tema  restringe essa inclusão aos  surdos e solicita aos alunos proposta de intervenção para os desafios da formação educacional.
Essa especificidade do tema talvez tenha sido o motivo pelo número altíssimo de redações zeradas: 309.157. Porém, num universo de 4.720 milhões de candidatos apenas 53 alunos obtiveram a nota máxima e, dentre eles, o nosso João Pedro, único representante do Sul de Minas Gerais. 
Segundo ele "foram pelo menos três horas por semana dedicadas apenas à prática de escrever, além de muita atenção e revisão constante das disciplinas mais exigidas na redação, como Português, Filosofia e História".
Segundo o professor de redação do Colégio Galileu, José Mauro Silva, a prova de redação do vestibular é uma atividade de linguagem cujo objetivo é verificar a capacidade de leitura e produção de textos de seus candidatos. Isso requer reflexão, crítica e recriação frente a determinados temas. Com isso a universidade avalia em que medida o aluno domina as habilidades esperadas. Ler, interpretar, criticar e produzir textos são habilidades aprendidas, portanto, devem ser trabalhadas e aperfeiçoadas ao longo de nossa vida. 
O aluno que internaliza a necessidade da prática constante do produzir textos; que possui um olhar atento ao mundo que o cerca; que se comunica com os mais velhos; que ouve opiniões diferentes; que se dedica à refeitura de textos quantas vezes forem necessárias, com certeza irá se destacar em qualquer vestibular do país. 
Portanto, o sonho da nota 1.000 no ENEM pode ser realizado, segundo ele, por qualquer aluno, bastando para isso dedicar-se ao desenvolvimento e aperfeiçoamento das habilidades de ler, interpretar, criticar e produzir textos. "Nós do Colégio Galileu, sempre priorizamos a leitura e a escrita de nossos alunos. Desde os primeiros anos eles já são instigados ao interesse pela leitura e pela produção textual e, esse trabalho, continua no Fundamental II e no Ensino Médio quando o foco é o vestibular e isso fez a diferença na primeira turma  a concluir o Ensino Médio, pois além da nota máxima outros alunos do Colégio Galileu também tiveram excelentes resultados.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897