FORMULADA

Além das “batizadas” existe a gasolina “formulada”: e o consumidor que se dane

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Editoria: economia | 05/02/2018 | Visualizações: 1935

- Foto de Reprodução

Além do brasileiro pagar pelo preço da gasolina, um dos mais caros do mundo, principalmente os consumidores mineiros onde a alíquota do ICMS passou a partir de janeiro de 29% para 31% na gasolina e de 14% para 16% no etanol, ainda qualidade da gasolina não é das melhores.
Poucos consumidores têm conhecimento de outra gasolina chamada “gasolina formulada”.
Trata-se de produto autorizado pela ANP que é subproduto do petróleo, que rende cerca de 15% a menos que a gasolina comum. Então, é importante o consumidor avaliar a média de consumo de seu veículo. Por exemplo, se abasteceu 20 litros e rodou 200 quilômetros e depois tornou abastecer com a mesma quantidade de litros e rodou, por exemplo, apenas 170 quilômetros, possivelmente pode ter utilizado gasolina adulterada ou abastecido com gasolina “formulada”.
Há pelo menos dois anos a “formulada” é comercializada em vários postos pelo Brasil afora, não existe nenhuma informação clara ao consumidor sobre o produto, para o consumidor não ser enganado com preço que é menor, e roda menos, faz menor quilometragem com referido subproduto, que pode também causar danos no motor do veículo.
Além de gasolina batizada, ainda existe esta tal “formulada” de menor rendimento, e sabe-se lá a qualidade, onde o consumidor pode estar pagando pelo mesmo preço de gasolina comum.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897