INVIÁVEL

Delegado-geral da Polícia Civil diz que é inviável aumento de efetivo em Paraíso

Por: João Oliveira | Editoria: policia | 07/02/2018 | Visualizações: 555

- Foto de Reprodução

Em ofício assinado pelo delegado-geral da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, Bruno Tasca Cabral, à Câmara de São Sebastião do Paraíso em resposta a solicitação pelo aumento de efetivo para a 4º Delegacia Regional de Polícia Civil em Paraíso, Cabral informou que por hora não há a possibilidade para atendimento da demanda. 
Segundo explica o delegado, diante da escassez de servidores que acomete a PC em Minas, enquanto não forem promovidas novas investiduras, com novos concursos e convocações de excedentes de certames em andamento, não há condições no momento de preencher as lacunas existentes no Estado.
"Diante deste cenário, a chefia da Polícia Civil está realizando junto ao Governo do Estado de Minas, convocação dos excedentes em concurso em vigência, além dos esforços para viabilizar concurso para carreira de escrivão de polícia. Cumpre ressaltar que a Câmara de Orçamento e Finança da Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado aprovou a nomeação de 459 investigadores excedentes do certame vigente, além de abertura de concurso para Delegado de Polícia", informou o delegado-geral.
Ainda, de acordo com Cabral, recentemente foram empossados 96 policias civis que se encontram no curso de formação. "Com isso a expectativa é minimizar o máximo de déficit atual dos servidores e atender parte da extensa demanda do Estado, de todo modo, informo que a demanda foi anotada no registro da superintendência", completou Cabral.
Na tarde de ontem (6/2), Morais viajou para Poços de Caldas, onde se reuniu com o chefe do Departamento da Polícia Civil, Bráulio Stivanin Júnior, que responde pela regional em Paraíso. No encontro, o vereador solicitou que o órgão se sensibilize com o problema enfrentado pela da 4º Delegacia Regional de Polícia Civil, que sofre falta de efetivo.
Bráulio Júnior elogiou a iniciativa da presidência da Câmara e afirmou que o Departamento tem trabalhado para levar ao chefe da Polícia Civil em Minas Gerais tais demandas para que o órgão possa distribuir os agentes nos municípios que integram o “Cinturão de Segurança”, incluindo Paraíso.
O representante da PC disse ainda que organizará uma reunião com vereadores dos municípios de São Sebastião do Paraíso, São Tomás de Aquino, Itamogi e Monte Santo de Minas para debaterem a atuação da Polícia Civil nessas cidades e as suas demandas no que se refere aos seus efetivos de escrivães e investigadores. Por fim, ele se colocou à disposição das lideranças locais. 
De acordo com o presidente da Casa, é de suma importância que o número de agentes da Polícia Civil em Paraíso seja elevado o mais rápido possível. "Precisamos reforçar o 'Cinturão de Segurança' da nossa delegacia, caso contrário, o trabalho dos policiais e, consequentemente, a segurança da população serão muito comprometidos", disse. 
O vereador ainda ressaltou que será preciso mais do que os 459 agentes investigadores recentemente nomeados para que o Sistema de Segurança Pública Estadual funcione com a eficácia necessária. Segundo informações, foi publicado nesta semana edital de concurso público para a con-tratação de novos delegados em Minas Gerais. 

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897