PCC

Líderes do PCC assassinados no Ceará viviam em mansão

A casa comprada por Gegê e Paca estava em nome de um laranja

Por: Redação | Editoria: acidente | 20/02/2018 | Visualizações: 8726

Segundo informações, mansão teria sido comprada por R$ 2 milhões. - Foto de Divulgação

Os líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) mortos no Ceará no final da semana passada - Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Sousa, o Paca - viveram nos últimos meses numa mansão no Condomínio de Luxo Alphaville, no Porto das Dunas, em Aquiraz, região metropolitana de Fortaleza.
A dupla comprou uma casa no local por R$ 2 milhões, em um pagamento em dez cheques de R$ 200 mil. Foi o que descobriu a polícia cearense a partir de um mandado judicial de busca e apreensão efetuado entre segunda e esta terça-feira.
Policiais da Delegacia de Repressão às Organizações Criminosas (Draco) vistoriaram a casa comprada por Gegê e Paca em nome de um laranja. Todos pertences da casa e quatro carros de luxo que estavam na garagem foram confiscados pela polícia. Uma ordem de busca e apreensão foi cumprida, na madrugada de segunda-feira (19).
A polícia cearense descobriu nesta terça-feira, 20, que Gegê do Mangue e Paca, além da mansão no Alphaville do Porto das Dunas, compraram casas no Alphaville do Eusébio, também na região metropolitana de Fortaleza; apartamentos (um por andar) no bairro Cocó, área nobre de Fortaleza; e uma mansão na Praia do Uruaú, em Beberibe, a 80 quilômetros de Fortaleza - esta, no valor de R$ 1,1 milhão.Os valores dos demais imóveis investigados não foram informados.
A dupla foi encontrada morta no último sábado, 17, na Lagoa Encantada, na reserva indígena Jenipapo-Kanindé, em Aquiraz. A polícia procura o helicóptero usado na execução de Gegê e Paca. De acordo com a investigação, os dois foram levados para a reserva num helicóptero e lá foram mortos a tiros de fuzil e facadas.
Os mortos foram encontrados por um catador de frutas, e usavam cordões de ouro avaliados em R$ 200 mil. Os cordões foram entregues para familiares, que reconheceram os corpos na Perícia Forense Cearense (Pefoce).
Os corpos seguiram para São Paulo na noite de segunda-feira, 19. O sepultamento dos líderes do Sintonia Geral Final, a cúpula do PCC, deve acontecer ainda nesta terça-feira em São Paulo.
(Lauriberto Braga, especial para O Estado)

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897