TEMER

Com baixo índice de aprovação, presidente Temer desiste da Reforma da Previdência

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Editoria: cidades | 28/02/2018 | Visualizações: 607

- Foto de Reprodução

Vários fatores foram fundamentais e de grande importância para o presidente Michel Temer desistir da Reforma da Previdência. A CPI da Previdência realizada no ano passado concluiu que não existe déficit e sim desvio de dinheiro, falta de cobrança de grandes e médios devedores. 
Também as mobilizações sociais, depoimentos de auditores fiscais da Receita Federal através das redes, afirmando que a Previdência não é deficitária, também influenciou. Outro fator é que neste ano teremos eleições para presidente da República, senadores e deputados federais e isto teria influência naqueles que pretendem a reeleição.
Outro fato relevante que também fez o presidente desistir da Reforma Previdenciária seria a falta de quórum, votos necessário, que percebeu, não teria para conseguir a maioria de parlamentares para a aprovação. Até mesmo os da base aliada demonstrou não iria votar favoravelmente.
Também contribuíram e muito e trouxeram enorme desgaste ao presidente as várias denúncias de corrupção atribuídas a ele, a sua própria pessoa. Circulou por redes sociais e imprensa que sua aposentadoria ultrapassa  R$ 68 mil por mês.
Os constantes aumentos astronômicos nos preços de combustíveis, principalmente o gás de cozinha que afeta impiedosamente trabalhadores de baixa renda e os mais de 13 milhões de desempregados, aumentou ainda mais o desgaste para a baixíssima popularidade do presidente Temer.
Provado que a Previdência não é deficitária, as corrupções no Governo Temer, sua polpuda aposentadoria houve desgaste o deixando desacreditado junto à sociedade organizada, o que tem resultado em baixíssimo índice de aprovação ao seu governo.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897