PROFESSORA

Morre a professora Lourdes Prada

Por: Roberto Nogueira | Editoria: cidades | 08/03/2018 | Visualizações: 1802

Educadora paraisense, Lourdes Prada, foi velada e sepultada em Araraquara (SP), onde morava - Foto de Reprodução

Na manhã de quinta-feira, 1º de março, faleceu a professora aposentada Lourdes Aparecida Carvalho Prada. Ela era natural de São Sebastião do Paraíso e mudou-se para Ara-raquara (SP) ainda criança, quando tinha apenas nove anos de idade, onde residia. Formada aos 19 anos, ela havia se aposentado em 1976, depois de 35 anos dedicados à educação. O prefeito Edinho Silva divulgou nota oficial em homenagem à paraisense.
O velório de Lourdes Prada ocorreu na sala da Funerária Almeida, e o seu sepultamento foi realizado por volta das 10h30, da sexta-feira, 2. A professora teve uma vida dedicada à educação, tendo sido apontada na sociedade de Araraquara onde viveu a maior parte de sua vida como um pessoa que tem o dom de educar. Foi criadora da escola “Internato São José”, onde atuou por vários anos e local onde formou várias pessoas da comunidade.
Em nota de pesar o prefeito de Araraquara, Edinho Silva, lamentou a perda da ilustre educadora. Em nota oficial ele destacou o brilhante trabalho exercido por Lurdes Prada, que deixou influência positiva na cidade conhecida como “Morada do Sol”. Confira a seguir a íntegra da nota:


DONA LOURDES PRADA: DOM DA EDUCAÇÃO, O DOM DA VIDA 
Foi com imensa tristeza que recebi a informação do falecimento da professora Lourdes Aparecida Carvalho Prada, uma pessoa que carregou, durante toda a sua vida, o dom de educar. Aposentada em 1976, Dona Lourdes fez da educação a sua história e, assim, marcou a história de tantas outras pessoas na nossa cidade.
Com brilhantismo, Dona Lourdes foi a responsável pela alfabetização de boa parte de uma geração. Um destaque especial ao grande escritor, que tanto nos orgulha, Ignácio de Loyola Brandão. Não foram poucas as homenagens prestadas pelo escritor em páginas e páginas de jornais à professora, àquela que certamente foi muito além da arte de educar, compartilhando experiências e vivências, ensinando o dom de viver.
Foram 35 anos de magistério. Veio de São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais, ainda menina, com 09 anos, estabelecendo-se, junto com sua família, no bairro do Carmo. Foi lá, inclusive, que, aos 19 anos, recém-formada no Magistério, criou uma escola, o “Externato São José”, na esquina da Rua 8 com a Djalma Dutra, que na época chamava-se Avenida Guaianazes. Passou por escolas estaduais em Araraquara, também por escolas rurais da nossa região, demonstrando, sempre, seu profundo amor pela profissão. Aposentou-se na Escola Estadual Antônio Lourenço Correa, na Vila Xavier, com o dever cumprido.
Meus mais sinceros sentimentos aos filhos Silvio Prada, Maria do Carmo e Ana Maria, familiares e amigos. Meus sentimentos àqueles também que, através de suas mãos, puderam enxergar o mundo de outra forma.
Siga em paz, dona Lourdes. Seu dom não será esquecido jamais pela nossa gente. Sua capacidade de transformar sonhos em realidade por meio da educação será, para sempre, exemplo para todos nós.
Edinho Silva

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897