OPERAÇÃO

Vinte são presos em Paraíso em operação da Polícia Civil nesta quinta

Por: Nelson de Paula Duarte | Editoria: policia | 15/03/2018 | Visualizações: 14280

- Foto de Nelson P. Duarte/Jornal do Sudoeste

Em torno de 100 policiais civis participaram na manhã de quinta-feira (15/3) do cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão em São Sebastião do Paraíso. Conforme explicou o delegado Tiago Bordini, os mandados são decorrentes de duas investigações em andamento há cerca de seis meses na 4.ª Delegacia Regional, sobre tráfico de drogas, associação para o tráfico e organização criminosa. Vinte pessoas foram presas.
A operação “Ressurreição” alusiva ao período do ano, teve apoio aéreo do helicóptero Carcará, da Polícia Civil (de Belo Horizonte), do canil da Guarda Municipal. Foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão e dos quais 27 mandados de prisão. Dois alvos dos mandatos acabaram se complicando ainda mais, pois policiais encontraram grande quantidade de drogas. “São dois casais”, disse Bordini.
Dos 27 mandados de prisão, vinte foram cumpridos. “Estamos com vinte pessoas presas e sete foragidas”. O delegado explicou que na realidade o número está dentro do previsto, porque antes mesmo da operação a PC sabia que cinco deles não seriam localizados, porque investigações dão conta que se encontram, principalmente no Estado de São Paulo, inclusive na capital paulista.
Das vinte prisões feitas, cinco são mulheres e 15 homens, dos quais 13 foram presos em São Sebastião do Paraíso, um em Contagem na região metropolitana de Belo Horizonte, e um em Mococa.
Segundo o delegado parte, dos presos são integrantes de uma organização criminosa que age no Estado de São Paulo, com contatos diretos com indivíduos que residem na capital paulista, e eram responsáveis por trazer drogas daquela cidade para Paraíso, através de ônibus. Ainda de acordo com o Tiago Bordini também planejavam, eram mentores, de crimes patrimoniais, de furtos e roubos registrados não apenas em Paraíso, mas na região.
Bordini assegura que as investigações vão prosseguir porque foram apreendidos vários materiais, eletroeletrônicos, celulares, agendas, tablets,  uma porção com cerca de 100 gramas de pasta básica de cocaína, duas porções de maconha, uma pedra “considerável” de crack, cerca de 500 pinos de cocaína, além de aproximadamente 600 pinos plásticos vazios utilizados como embalagem para cocaína, mais ou menos R$ 500 em dinheiro, boa parte em notas miúdas e moedas, que caracteriza o pagamento do tráfico de drogas.
A maior parte da droga foi localizada no Santa Tereza, “onde a gente considera o líder do tráfico” naquele bairro, afirmou Tiago Bordini.
“O material apreendido que vai ser analisado e perciado e com certeza vão surgir “novos fios da meada, para novas investigações”, salienta.
A operação se iniciou por volta das 6 da manhã com viaturas percorrendo vários locais, e o helicóptero Carcará sobrevoando em apoio. Os primeiros presos chegaram à DEPOL por volta de 07h30.
O delegado Bráulio Stivanin Júnior, chefe do 18.º Departamento de Polícia Civil, em Poços de Caldas esteve em Paraíso, e o delegado Fernando Bettio, chefe da 4.ª Delegacia Regional participou diretamente da operação.
Policiais destacaram a atuação de cães farejadores do canil da Guarda Municipal que tiveram importante papel na localização de drogas apreendidas.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897