AUTISMO

AMA e OAB em Paraíso promovem Caminhada de Conscientização do Autismo

Por: João Oliveira | Editoria: saude | 04/04/2018 | Visualizações: 3473

Esta já é a terceira Caminhada promovida no município com objetivo de despertar atenção para o TEA - Foto de Reprodução

A Associação de Amigos do Autista (AMA), com apoio da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Autismo da 41ª Subseção da Ordem dos Advogados de São Sebastião do Paraíso (OAB), promove neste sábado (7/4) a terceira Caminhada de Conscientização do Autismo, com concentração na Praça Comendador José Honório, com destino a Praça Comendador João Alves (Fonte). O objetivo é chamar a atenção para as discussões acerca do tema que se volta para o autismo em face ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado em 2 de abril.
Conforme conta a coordenadora da AMA me Paraíso, Patrícia Lopes, a associação, que completa 28 anos, foi uma idealização da ex-vereadora Cida Pimenta e é uma referência em Minas Gerais, sendo a única que presta atendimento aos portadores do Transtorno Espectro Autista (TEA) em todo o Estado.
“Hoje em dia tem se falado muito sobre o autismo e estima-se que mais de 70 milhões de pessoas em todo o mundo sejam afetadas por essa disfunção. O autismo tem vários graus, o mais severo, que é aquele que não tem a comunicação verbal e estereotipia, acaba sendo o que as pessoas imaginam quando se fala em autista, mas não é bem assim”, destaca Patrícia.
Conforme a coordenadora, também há aqueles que são afetados pelo grau mais leve do TEA, e que antigamente se usava o termo “Síndrome de Asperge” para se referir a elas. “É um grau quase imperceptível do TEA neles e as dificuldades são em relação a comunicação e socialização, e nós trabalhamos para que eles possam ter esse convívio sem maiores problemas”, explica.
A AMA conta com equipe multidisciplinar, que envolve terapeutas, psicólogo, terape-uta ocupacional, fonoaudióloga, nutricionista e professores. “Nós trabalhamos com esses assistidos a estimulação da área sensorial, psicológica e comunicacional do aluno. Hoje nós assistimos a 35 alunos e atendemos, não somente a Paraíso, mas a toda a região”, acrescenta a coordenadora.
A Associação, que começou em uma casa pequena na Vila Mariana e que cresceu após luta de Cida Pimenta para buscar recursos e a implantar no município, hoje conta com um centro de referência que funciona dentro da AMA, por meio de uma parceria com o Estado que force três profissionais que atuam junto dos demais profissionais da AMA.

 

APOIO
Conforme Patrícia, não tem faltado apoio por parte da população, que sempre busca ajudar a instituição de alguma forma. “Quem tiver interesse em ajudar, é só liga na AMA, dar o nome e o endereço, e nós mandamos alguém ir buscar a doação. Cada um ajuda com uma quantia, a maioria contribui com um valor mensal de R$ 20”, ressalta.
Além disto, a AMA também promove eventos e arrecada ao longo do ano roupas, utensílios e calçados para promover o bazar da AMA, que acontece duas vezes ao ano. “Também, entre agosto e setembro, fazemos o Show de Prêmios que acontece no Ouro Verde, que é o nosso carro chefe e é através desse evento que conseguimos levantar recursos para pagar nossos profissionais e manter a AMA aberta”, acrescenta.
“A população apoia bastante. Estamos contando com muitas pessoas envolvidas na Caminhada de sábado e inicialmente mandamos confeccionar cerca de 400 camisetas para vender e os pedidos têm aumentado a cada dia. O acolhimento da população tem sido muito positivo e nós atendemos também a famílias que não têm muitas condições e sempre há alguém apadrinhando esses alunos”, acrescenta a coordenara.
Um desses alunos é o Mauro Augusto, de 37 anos, que passou por todas as etapas do atendimento e hoje trabalha na secretaria da AMA. “Eu fui atendido por 14 anos, depois passei pelo ensino regular, do fundamental ao médio, formei-me, e após fiz um curso de auxiliar de secretaria escolar no CAIC e, após, de inclusão digital. Não existem desafios que não podem ser superados. Hoje meu sonho é que a AMA possa ganhar um transporte, que não existe, para tender aqueles que possuem dificuldades em se deslocar até a associação”, completa Mauro.

 

A CAMINHADA
A concentração para a Caminhada da Conscientização do Autismo será na Praça na Matriz, onde estão programadas algumas apresentações com alunos da AMA. Também haverá apresentação da orquestra do SOS Criança e após algumas atividades, às 10h a concentração irá para a Praça da Fonte. “Nosso itinerário é pequeno e foi pensando nos próprios alunos. Para encerrar, o Studio Leidy Ribeiro irá fazer suas apresentações e depois faremos o encerramento”, completa Patrícia Lopes. 

 

PALESTRA
Antes da Caminhada, que acontece no sábado, nesta quarta-feira (4/4), será promovida palestra em parceria com a Libertas Faculdades Integradas, que acontece entre as 19h e 21h. O tema a ser tratado será “Conversando sobre Transtorno do Espectro Autístico: sua problemática e os diálogos possíveis para sua abordagem”.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897