CURTAS

CURTAS EDIÇÕES 2196

Por: Redação | Editoria: cidades | 21/04/2018 | Visualizações: 2512

- Foto de Reprodução

EM BRASÍLIA
Nesta semana na capital federal lideranças de Paraíso e região deram mais um passo para melhorar o sistema de segurança no Sul e Sudoeste de Minas com audiência com o ministro Raul Jungmann. Não tivesse ocorrido, o que aconteceu semana passada e da forma que ocorreu em Passos, possivelmente,  estas providências que deveriam ser preventivas não estariam ocorrendo. Antes de tarde do que nunca e tomara que medidas práticas possam ser realmente efetivadas. 


APROPRIAÇÃO
Continua sendo crítica a situação das prefeituras de Minas Gerais com o abuso do Governo de Minas em não repassar ou passar parcialmente os valores devidos pelos Estados aos Municípios. Não há lei, tribunal ou autoridade que faça Fernando Pimentel cumprir com seu papel. Há 15 dias a própria Assembleia sentiu os efeitos da mesma atitude que vem assolando os prefeitos. Deputados bateram o pé ameaçaram e o pagamento saiu. Os executivos do interior carecem da mesma força, união e atitudes. Não basta ficarem reclamando isoladamente e sim juntarem e cobrar efetivamente o que lhes é devido. 


FOGO AMIGO
Uma postagem feita nas redes sociais pela vice-prefeita Dilma Oliveira relatando problemas de gestão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no meio de semana causou maior mal estar dentro da administração. Por conta disto, não escondendo descontentamento, o prefeito Walkinho convocou seu secretariado e convidou Dilma a comparecer, mas ela não compareceu.


REUNIÃO
Na reunião com o secretariado municipal o clima estava tenso cobranças de atitudes e de posturas foram feitas e alguns pingos nos “is” também foram colocados. Era para ser uma tarde festiva, com direito ao canto de parabéns a você, de vez que o prefeito aniversariava. No entanto, os assuntos mais urgentes acabaram se sobressaindo. A intenção de fazer um governo liberal dando poderes aos auxiliares parece estar com os dias contados. Pelo visto, “quem não vestir a camisa, quem não trabalhar a favor e não contribuir para melhorar” será descartado.


DO CONTRA
Observadores políticos apontam que alguns nomes que deveriam ser aliados do prefeito Walkinho têm lhe proporcionado dissabores. A máquina administrativa não tem andado como deveria em alguns setores. Existem medidas a serem tomadas que precisam apenas de comando, de zelo, de força de vontade de mais empenho e efetividade para não manchar e prejudicar as ações de governo. A culpa recai sobre o prefeito que é o chefe do Executivo, que para o bem do município primeiramente, e por conseguinte, para sua imagem como administrador, precisa mesmo mudar o atual quadro, enquanto é tempo.


EM BAIXA
E quando a fase não é boa parece que tudo conspira contra. Não bastasse as retenções do governo do estado aos municípios em relação ao ICMS e IPVA, para se ter uma ideia a Prefeitura de Paraíso tem a receber somente de IPVA, algo em torno de três milhões e a dívida total do Governo de Minas com o município ultrapassa a casa dos R$ 10 milhões. Na sexta-feira,20, foi dia do repasse do Fundo de Participação dos Municípios, oriundo da União. A má notícia é que o segundo decêndio do mês apresentou redução de 13,04% em relação aos mesmo período de 2017 – sem considerar os efeitos da inflação. De acordo com área de Estudos Técnicos da Confederação Nacional de Municípios (CNM), ao se levar em conta os efeitos da inflação, a retração é ainda mais acentuada, de 15,20%.


IPVA
Muita gente que pagou os impostos referentes ao IPVA 2018 mesmo em parcela única e no final de 2017 e começo de 2018 está reclamando não ter recebido a documentação do veículo para o ano em curso. Se considerado, assim, imagina aqueles que parcelaram. Não demora deve ter início a cobrança do porte e o cidadão ainda corre o risco de ser multado. Ainda em tempo pode ocorrer de aos 44 do segundo tempo avolumar os Correios para que todos tenham em mãos os papeis necessários para dirigir tranquilos e livres deste tipo de perturbações. Se pagou tem que receber o documento.


AMEAÇA
Esta coluna tomou conhecimento de um comerciante que foi ameaçado porque estava vendendo botijões de gás a preço mais acessível. Ameaça terrível, coisa difícil de acreditar pudesse ocorrer em terras paraisenses, algo que tentou até prejudicar sua integridade e honradez. Em atenção ao seu pedido, seu nome e local do estabelecimento não serão divulgados.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897