GILBERTO AMARAL

Gilberto Amaral

Por: Gilberto Amaral | Editoria: brasil | 02/05/2018 | Visualizações: 3617

Medalha da Inconfidência - Foto de Manoel Marques/Imprensa-MG

MEDALHA DA INCONFIDÊNCIA
O presidente de FURNAS, Ricardo Medeiros (foto), recebeu a Medalha da Inconfidência, entregue pelo Governo de Minas Gerais àqueles que contribuem para projeção e valorização do estado. O executivo lidera a reestruturação da empresa criada em solo mineiro há 61 anos, implementando iniciativas de gestão e governança corporativa, que resultaram no alcance de R$ 1,4 bilhão em lucro líquido ano passado. Em Minas, a estatal marca presença com uma série de investimentos, entre eles, R$ 400 milhões em modernizações e reforços no sistema de transmissão de energia do estado que, nos próximos anos, receberá ainda mais R$ 200 milhões de FURNAS.


NOVA GESTÃO
Em concorrida solenidade, o desembargador Romão Cícero de Oliveira tomou posse no cargo de presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios. Como primeira-vice-presidente assumiu a desembargadora Sandra De Santis, e Ana Maria Amarante Brito é a segunda-vice-presidente. É a primeira vez que a Administração Superior do TJDFT tem duas desembargadoras em sua composição. Elas serão responsáveis pelas áreas de Jurisprudência e Conciliação. Humberto Adjuto Ulhôa é o novo corregedor de Justiça. 
Os novos dirigentes do TJDFT para o biênio 2018-2020: Ana Maria Amarante Brito, Romão Cícero de Oliveira, Sandra De Santis e Humberto Adjuto Ulhôa


raice
GASTRODIPLOMACIA
“Uma vitrine dos melhores pratos e tradições americanas, com um toque da influência francesa” foi o tema do jantar de Estado preparado por Melania Trump ao casal presidencial francês na semana passada. O menu da chef da Casa Branca, Cristeta Comerford, foi quase perfeito, finalizado com uma torta de nectarina ao mel e soverte de crème fraîche (foto). O que pecou foi o acompanhamento: pas de champagne, pas de grands crus... três vinhos californianos, incluindo um crémant. No quesito gastrodiplomacia, nada se compra com o soft power francês, os grands crus (Romanée-Conti, Petrus...) servidos no Palácio Elysée são verdadeiras armas diplomáticas. Vai ver que foi por que Monsieur Macron voltou para casa sem solução à questão iraniana.


Beaujolais
A região do nordeste da França vira o sétimo Geopark francês reconhecido pela Unesco como patrimônio geológico excepcional. Beaujolais é o primeiro vinhedo com esse rótulo internacional e deverá ter uma proteção abrangente, passando pelo desenvolvimento sustentável e ligando os aspectos naturais aos aspectos culturais e imateriais. O casamento da terra argilosa e de granitos com a uva chardonnay resulta no conhecido vinho leve e vivo. Um roteiro de viagem a ser degustado sem moderação...


China tem sede de vinho
Os chineses consumiram 17,9 milhões de hectolitros de vinho no ano passado, segundo estatísticas da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV). Em 2017, o consumo chinês aumentou 3,5%, enquanto o mundial aumentou apenas 0,7%. O país é também o sétimo maior produtor da bebida do mundo. Mas para matar a sede chinesa, as importações aumentaram fortemente no ano passado. Quem saiu ganhando foi a França, maior fornecedora, com 30% de importações chinesas, seguida pela Austrália, Espanha, Chile e Itália.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897