COIBIR FURTOS

Iniciativa da ACISSP pretende coibir ação de furtos e roubo de café em período de colheita

Por: João Oliveira | Editoria: agricultura | 03/05/2018 | Visualizações: 6728

Ailton Rocha de Sillos presidente da Acissp - Foto de Arquivo

A Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Serviços de São Sebastião do Paraíso (ACISSP) está engajada no enfrentamento aos índices de roubo e furto de café na região no período da colheita. Para isto, na próxima segunda, 7, acontece no auditório da Associação encontro que deve reunir setores ligados à segurança no município e produtores rurais. Também será apresentado convênio da Acissp com empresa responsável por rastreamento de cargas e que pode ajudar no combate a essa realidade sofrida por produtores da região durante o período.
De acordo com o presidente da Acissp, Ailton Rocha de Sillos, a Associação vem lutando desde o último ano para conseguir realizar um trabalho de monitoramente de sacas de café e, diante desses esforços, a Acissp conseguiu firma convênio com uma das empresas mais especializada do país neste ramo. "Ela consegue monitorar a carga da fazenda até o armazém. Se ela for extraviada, essa empresa consegue localizá-la em qualquer parte do país, para isto basta o produtor implantar esta 'isca' em meio a sua produção", conta.
Sillos disse que já está fechado o convênio, mas comenta que no último ano, quando o esse convênio estava encaminhando, poucos produtores à época manifestaram interesse. "Talvez porque estivesse 'muito' em cima e o produtor não estivesse preparado para este investimento. Porém, este ano iremos mostrar novamente esta saída que pode vir a dificultar a vida desses criminosos. Agora, na safra, valerá muito a pena", avalia o presidente da Acissp.
Segundo Ailton Sillos esta é uma ação que também facilita os trabalhos das polícias Civil e Militar, na busca para identificar e prender essas quadrilhas que a cada ano tem especializado mais e mais no roubo de cargas de café, não sendo presos pelo crime cometido. "Como a safra está prestes a começar novamente, iremos realizar essa reunião que deve contar com grande parte dos produtores da região, além da PM e PC para iniciar esse processo de recomendações de medidas preventivas".
O presidente da Acissp ressalta ainda que, diante da intensificação de medidas para evitar roubos a banco, criminosos têm se voltado para o roubo de produções cafeeiras. "Acaba se tornando um negócio melhor para esses bandidos, tendo em vista que bancos se precaveram tanto, que esses bandidos não tem tido tanta facilidade nos roubos às agências", acrescenta. Sillos relata ainda que é muito baixo o investimento proposto para adesão do convênio. "O produtor pode comprar ou até mesmo alugar essa 'isca', que é o rastreador, pelo tempo que ele quiser. E não vale apenas para a saca de café, também pode ser adquirido para o maquinário agrícola, por exemplo. Essa ação é um caminho que encontramos para minimizar os prejuízos e ficarmos mais preparados para qualquer eventual situação do tipo", completa o presidente da Acissp.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897