ACUSADO

Acusado de matar o próprio pai é preso durante velório da vítima

Por: João Oliveira | Editoria: policia | 08/05/2018 | Visualizações: 13564

Suspeito havia chamado SAMU alegando que vítima havia sofrido queda, mas laudo do IML revelou morte por espancamento - Foto de Reprodução

Um homem foi preso na tarde de segunda-feira, 7, suspeito de ter matado o próprio pai. Sergio Alves Moreira, de 44 anos, estava no velório quando policiais civis chegaram para cumprir o mandado de prisão preventiva do acusado, que teria confessado o crime ocorrido no final da noite de domingo. Segundo o delegado responsável pelo caso, Vinícius Zamó, a vítima, José Alves Moreira, de 77 anos, faleceu após ter sido espancado pelo filho.
Conforme relata o delegado, o caso foi registrado no final da noite de domingo, quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado para atender, a princípio, uma vítima idosa que teria sofrido uma queda dentro de sua residência, na Vila Formosa. No local, a vítima havia sido encontrada já sem sinais vitais. A perícia e o delegado responsável pelo plantão foram acionados, tendo, ambos, entranhado a situação que se encontrava o corpo, segundo informaram, com lesões aparentes.
“Mandamos o corpo para ser feita a necropsia no Instituto Médico Legal em Passos. Após, a médica legista me ligou e disse que a causa da morte foi por espancamento. Houve ruptura de baço, do estômago, além de marcas no coração, possivelmente das pancadas, e traumatismo craniano. Constatamos o homicídio, assim, entramos em contato com a justiça e solicitamos mandado de prisão preventiva. Fomos à residência dele e não o encontramos, tendo o localizado do cemitério, no velório do pai”, relata Zamó.
De acordo com o delegado, até aquele momento a família ainda não tinha ciência do que havia acontecido, mas o suspeito confessou o crime em seu depoimento na delegacia. À polícia, de acordo com o delegado, ele alegou que não tinha intenção de matar o próprio pai, mas que havia tido um desentendimento, após uma discussão. Ainda, segundo Zamó, foi encontrado entre os registros de ligações do suspeito um telefonema para advogado, logo após acontecido o crime. 
Conforme Zamó, o suspeito já teria passagem por diversos crimes, entre eles uma tentativa de homicídio contra a ex-mulher, em 2007, roubo, furto, porte ilegal de arma e várias prisões por embriaguês ao volante. 
O idoso foi sepultado ainda na tarde de segunda-feira, às 16h30. O suspeito se encontra recolhido junto a Unidade Prisional de São Sebastião do Paraíso, onde aguarda a disposição da Justiça e deve responder pelo crime de homicídio doloso. Segundo finalizou o delegado, este é o primeiro crime desta natureza registrado em 2018 em São Sebastião do Paraíso.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897