ESTRADA

Degrau muito alto dificulta acesso à Igrejinha da Noca

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Editoria: cidades | 13/05/2018 | Visualizações: 2621

Ficou complicadíssimo obter acesso na igreja da Noca - Foto de Sebastião Tadeu Ribeiro

Várias pessoas procuraram o "JS" para fazer mais que justas reclamações, referente a situação dificultosa e até impossível para idosos e quem tem dificuldade de locomoção para se ter acesso à Igrejinha da Noca, localizada no fim da avenida Vereador Alfredo Campo-longo, no bairro Nascente do Paraíso, início da rodovia vicinal "José Luiz de Souza", sentido Condomínio Cachoeira, Antinha, Cássia, e São Tomás de Aquino (estrada de terra).
Recentemente referida rodovia foi patrolada, ou como se dizia tempos atrás, "foi passada a plaina", e tiraram terra demais. Como se pode verificar pela foto, a bem dizer fizeram desaterro tão grande que ultrapassa meio metro de altura.
Então, onde estava nivelado o primeiro degrau da escada de concreto com o leito da estrada, ficou em cima do barranco de aproximadamente 60 centímetros, e de difícil acesso para devotos, pessoas que costumeiramente adentravam para fazer suas orações, pedindo e agradecendo graças alcançadas. Até mesmo para os mais jovens e sadias, ficou difícil. 
Será necessário abrir a cerca bem acima onde há uma calçada, rampa de acesso de concreto para os devotos de Isbela Alves da Silva, a Noca, possam ter acesso à Igrejinha. Como está não há a mínima condição.


POEIRA 
Além de devotos, condutores de veículos automotores e de tração animal pedem ao prefeito Walker Américo que mande jogar água na estrada, entre a Igreja da Noca até no portão de entrada do Condomínio Cachoeira. Neste trecho foram abertas valetas para colocação de cabos de fiação, com isso há muita terra solta, poeira que atrapalha e muito, dificultando a visualização de veículos que grande quantidade circulam por ali.
O perigo de acidentes é enorme principalmente quando veículos se cruzam. Sobe muita poeira, e "não se vê um metro à frente". O fluxo de veículos é intenso, pois é acesso a dezenas de propriedades rurais, e a outros municípios.
Se São Pedro não colaborar com chuva, é conveniente que prefeitura tome providências o quanto antes, pois a situação é preocupante. Além de questão de saúde, há o perigo de acidentes, porque dia e noite passam por aquele local, constantemente, centenas de pessoas que residem no Condomínio Cachoeira, sitiantes, entregadores entre outros trabalhadores.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897