ACISSP

ACISSP faz convênio com empresa para rastrear armazenagem e transporte de café

Por: Nelson de Paula Duarte | Editoria: agricultura | 13/05/2018 | Visualizações: 2495

Na última semana reuniu cafeicultores, representantes de órgãos de segurança para expor o sistema a ser utilizado no período da safra que já se iniciou - Foto de Nelson P. Duarte/Jornal do Sudoeste

O furto e roubo de café por quadrilhas, em propriedades e cargas, quando transportadas, vendidas ou para armazenamento no período de safra, têm trazido crescente prejuízo e insegurança e prejuízo para cafeicultores na região. No início do ano passado a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de São Sebastião do Paraíso (ACISSP), iniciou levantamento para verificar empresas que trabalham com rastreamento de cargas. Na última semana reuniu cafeicultores, representantes de órgãos de segurança para expor o sistema a ser utilizado no período da safra que já se iniciou.
Conforme explica o presidente da ACISSP, Ailton Rocha de Sillos, contatos foram feitos e escolhida uma empresa multinacional que atende às expectativas. Mas por questão de ajustes “quando conseguimos fazer o convênio, entendemos que estava muito em cima da hora, e resolvemos aguardar. Voltamos aos entendimentos, e na última semana representantes da PST Electronics, vieram a ACISSP onde nos reunimos com responsáveis pela área de segurança pública e produtores rurais, para expor com é o rastreamento oferecido”, salienta Sillos.
A PST Electronics, sediada em Campinas, é detentora da marca Pósitron, sendo conhecida pela inovação tecnológica em rastreamentos e segurança eletrônica. No convênio firmado com a ACISSP para atendimento de seus associados cafeicultores, ficou ajustado que serão utilizadas pequenas placas eletrônicas, injetadas em material plástico, chamadas de “iscas” a serem colocadas junto à sacarias ou bags. Na realidade são emissores de sinais, rastreadores GPS/GSM que inclui também o sistema de radiofrequência, que não consegue ser inibido por quadrilhas.
O sistema, conforme explicaram Thiago Rosolem, Evandro Honorato e Oswaldo Camargo, da PST Electronics, se completa por uma equipe de colaboradores na área técnica e segurança, altamente qualificada, além de equipamentos de última geração incluindo links com satélites. 
O cafeicultor que quiser utilizar a “isca” pode fazer contato direto com a Positron que enviará o material. Ele terá 90 dias para ativar a “isca”, e que poderá ficar ativada até por três meses, colocando em cargas a ser transportadas das fazendas e sítios para armazéns. Necessariamente, deverá ser associado a ACISSP, com pequeno custo mensal.
Para facilitar,  conforme o convênio feito entre PST e a ACISSP, o presidente Ailton Sillos determinou que a Associação adquira algumas “iscas” e alugue para o produtor rural pelo tempo que ele precisar, dependendo de sua necessidade. “Fica mais barato”, observa, salientando que se for feito diretamente com a PST o contrato será por pelo menos 90 dias.
“Temos que antecipar à ação de ladrões, de quadrilhas. Há fazendeiros que contratam transportadores que explicam ter rastreadores. Ladrões costumam transferir carga roubada para outros veículos, exatamente para evitar bloqueadores. Com o sistema proposto o rastreamento é da carga, não apenas o veículo que a transporta, e bandidos e receptadores vão pensar duas vezes”, salienta Sillos.
Na reunião realizada pela ACISSP participaram o comandante do 43.º Batalhão de Polícia Militar, sediado em São Sebastião do Paraíso, tenente-coronel Adriângelo Chaves e o tenente Marcos, delegado chefe da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil, Fernando Augusto Bettio, delegados Vinicius Zamó e Tiago Bordini, o secretário municipal de Segurança, Trânsito, Transportes e Defesa Civil, Miguel Félix, o prefeito Walker Américo Oliveira, cafeicultores e representantes de outros segmentos.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897