APC

Crônica da Cidade

Por: Dr. Olavo Borges | Editoria: cultura | 25/03/2017 | Visualizações: 114

-

Um casal recém-casado mudou-se para um bairro muito tranqüilo. Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou em uma casa vizinha que penduravam lençóis no varal e comentou com o marido:
— Que lençóis sujos ela está pendurando no
varal! Está precisando de um sabão novo.
Se eu tivesse intimidade, perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar roupas!
E assim, a cada três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.
Passado um mês, a mulher surpreendeu-se ao ver os lençóis muito brancos sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido:
— Veja, ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha lhe deu sabão? Porque eu não fiz nada.
O marido calmamente respondeu:
— Não, hoje eu levantei mais cedo e lavei a vidraça da janela!
E assim é. Tudo depende da janela, através da Qual observamos os fatos.
Do “Jornal de Opinião”


 

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897