17 CIDADES

Veículos foram incendiados em 17 cidades mineiras: na região, em Monte Santo e Guaxupé

Por: João Oliveira | Editoria: policia | 04/06/2018 | Visualizações: 6890

Pelo menos 24 veículos foram atingidos, total ou parcialmente. Também houve ataques a agências bancárias. - Foto de Reprodução Whatsapp

Uma onda de ataques criminosos, a maioria provocando incêndios em ônbus foi registrada segundo a Polícia Militar em 17 cidades mineiras desde a manhã de domingo.  Pelo menos 24 veículos foram atingidos, total ou parcialmente. Também houve ataques a agências bancárias. Na região do 43.º Batalhão de Polícia Militar sediado em São Sebastião do Paraíso ônibus foram queimados em Guaxupé e Monte Santo de Minas. Houve também ataques em Passos, em cidades mais ao Sul do Estado, como Itajubá, Pouso Alegre, Alfenas e Varginha e no Triângulo, como Uberaba, Uberlândia e Araxá.
Segundo informações da Polícia Militar, em Monte Santo de Minas, militares foram solicitados a comparecer na garagem da Prefeitura, onde os vigilantes informaram que dois indivíduos havia adentrado o local e atearam fogo em um ônibus. Assim que chegaram ao local, os policias encontram focos de incêndios nos pneus do veículo e contiveram as chamas. Somente um veículo foi atingido e houve danos nas rodas do ônibus.
Em Guaxupé a situação foi mais alarmante: o ataque foi a dois ônibus, mas, segundo informou a PM, por se tratar de um local situado em um distrito industrial, as chamas  atingiram outros quatro veículos que estavam próximos, totalizando seis ônibus da empresa que presta transporte coletivo na cidade. 
Em coletiva na manhã desta segunda (4/6) em Belo Horizonte a PM informou que em torno de 30 pessoas (oito adultos e um menor de idade) foram conduzidas no Estado, suspeitas de envolvimento com os casos de incêndios aos veículos.
“Especula-se que sejam crimes ordenados por facções criminosas, e podem sim ter relação com demandas vindas de dentro dos presídios”, disse o major Flávio Santiago, chefe da assessoria de imprensa da PM. Admite-se também que embora as ações criminosas tenham sido praticadas em vários pontos do Estado, pode haver uma relação entre elas, e que grupos se comunicaram via redes sociais e aplicativos, de vez que houve registro do mesmo tipo de ocorrência em outros pontos do país.
A assessoria de comunicação do 43º Batalhão de Polícia Militar informou que, tanto nessas cidades que sofreram ataque, quando nas demais que compõem a área de abrangência do 43º BPM o efetivo policial foi reforçado e diversas operações têm sido devolvidas em conjunto com a Polícia Civil para coibir eventuais ataque e também para identificar os suspeitos.
Ainda, conforme a PM, na área do 43.º BPM não houve nenhum ferido ou ataques a agentes de segurança. Mas em Alfenas uma pessoa ficou gravemente ferida. Em Cruzília 12 disparos foram feitos contra a Delegacia de Polícia Civil. Em Passos homens atearam fogo em um ônibus da empresa que presta o serviço de transporte coletivo na cidade. O incêndio foi no bairro Cohab V. Em Araxá, foram incendiados quatro carros e um ônibus.
A assessoria de comunicação do 43.º BPM  reforçou o pedido de apoio à comunidade em repassar qualquer informação que possa ajudar a localizar possíveis autores responsáveis pelos ataques em Monte Santo de Minas e Guaxupé. Até a conclusão desta matéria, nas cidades da região que foram atacadas, entre elas Monte Santo, Guaxupé, ninguém foi identificado ou preso.

 

Cidades onde foram registrados ataques criminosos entre domingo e está segunda (4).
Guaxupé
Monte Santo de Minas
Itajubá 
Brasópolis
Lagoa Prata 
Passos 
Alfenas
Poços de Caldas
Uberaba
Uberlândia
Pouso Alegre
Cruzília
Varginha
Belo Horizonte
Três Corações
Santa Luzia
Araxá

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897