CRÔNICA - Joel Cintra Borges

Moças bonitas

Por: Joel Cintra Borges | Editoria: cultura | 04/06/2018 | Visualizações: 2085

- Foto de Reprodução

Não resta dúvida que moças bonitas, de qualquer cor ou raça, são grandes enfeites do mundo e excepcionais colírios para os olhos. Tanto que, uma das razões do sucesso da série de filmes do James Bond são as Bond girls, as garotas que, de uma forma ou de outra, fazem parte da trama - como namoradas, aliadas, ou até inimigas, mas, sempre charmosas!
A moça, no entanto, bem como o moço, tem que tomar cuidado, porque - como dizia minha mãe, com muita sabedoria - beleza não põe mesa. Ou seja, é um atrativo da pessoa, mas, é indispensável que haja muita coisa mais: boa educação, cultura, moral elevada, bondade...
Por que será que a Gisele Bündchen permanece top model esses anos todos, numa área em que aparecem moças novas e belíssimas todos os dias? É porque, além de bonita por fora, ela também tem uma grande beleza interior, o que não aparece todo dia.
É fundamental que os moços e moças - bonitos ou feios - acordem para a área do conhecimento. Que ousem sonhar e busquem dentro de si mesmos forças para correrem atrás do sonho. Que forcem, como disse Rudyard Kipling "músculos, coração e tudo", mas que atinjam seu objetivo.
O mundo é muito grande, há muito campeonato de tênis, de natação, ou de xadrez para ganhar. Há muitos filmes sendo feitos, ou por fazer, que necessitam de grandes atores ou grandes atrizes. Há muitos quadros belíssimos esperando para serem pintados... Quem era Picasso antes de ser o grande pintor Picasso? Apenas um moço que sonhava? Não! Um moço que sonhava e com muita força de vontade para correr atrás do sonho!
Há uma frase da qual eu gosto muito, embora não saiba quem a escreveu: "O mundo é de Deus e ele o empresta aos ousados". Ousar como Colombo, que saiu da Espanha com apenas três navios - Santa Maria, Pinta e Niña - para descobrir a América, numa época em que se acreditava que o mundo era plano e que a partir de certo ponto as águas do mar se despejavam no abismo...
Ousar como ousam tantos moços e moças de famílias pobres que decidem formar-se em Medicina, ou Engenharia, ou Direito, ou mesmo serem artistas de teatro ou de televisão - e nada os demove de seu ideal, nem fome, nem discriminação, nem fracassos iniciais. A meta está lá para ser alcançada e eles vão chegar lá!

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897