HÍDRICA

Município deve responder sobre situação hídrica

Por: Roberto Nogueira | Editoria: cidades | 06/06/2018 | Visualizações: 5601

Prefeitura de Paraíso deverá prestar informações sobre a situação hídrica do município - Foto de Roberto Nogueira / Jornal do Sudoeste

A Prefeitura de São Sebastião do Paraíso por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAD) deverá informar ao Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) sobre suas principais demandas relacionadas ao período de estiagem. Através de um levantamento, feito por meio de formulário a ser preenchido pelas administrações municipais, o órgão quer conhecer sobre a situação hídrica de cada cidade. As respostas apresentadas ao questionário servirão para levantar informações que subsidiem o desenvolvimento de ações mitigatórias dos impactos da seca. 
O documento deverá ser preenchido até 27 de Junho, no link https://goo.gl/forms/bGRVmmjF3o4Rqhuv1. A partir do diagnóstico, será possível elaborar um plano de contingência e definir estratégias para enfrentamento da situação hídrica no território mineiro. A definição das prioridades, no entanto, depende do preenchimento completo do formulário. A expectativa é de que a partir das respostas obtidas se possa definir prioridades para a propositura de soluções.
Desde a publicação da Resolução Conjunta Semad/IEF/FEAM/IGAM n° 2.548, em novembro de 2017, o Igam vem trabalhando, no âmbito do Grupo de Situação Hídrica (GSH), com o objetivo de estudar, analisar, avaliar e propor ações para o enfrentamento da situação hídrica em Minas Gerais. 
A criação do grupo tem o objetivo de promover reuniões periódicas a visando a proposição de melhorias e medidas a serem aplicadas a curto, médio e longo prazo. "A elaboração do Plano de Contingência é uma das medidas a serem executadas pelo Grupo de Situação Hídrica e, por isso, é de extrema importância o preenchimento do formulário por parte dos municípios", ressaltou a diretora geral do Igam, Marília Melo.


ÁGUA BOA
Há cerca de seis meses a Prefeitura de Paraíso com apoio da  Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater) e do Instituto Mineiro de  Gestão das Águas (IGAM), assinaram um Termo de Cooperação Técnica que irá possibilitar o desenvolvimento das ações previstas nos Programas Pró-Mananciais e Cultivando Água Boa, para a adequação de estradas vicinais, construção de bacias de contenção de água de chuva e conservação de solo e água. 
A partir do Termo de Cooperação, os recursos destinados pelo programa serão otimizados, reduzindo os custos e potencializando os resultados a serem  obtidos. "Essa parceria permitirá a implementação dos planos de recuperação ambiental das bacias hidrográficas e das áreas de recargas que contribuem com os sistemas de abastecimento de água", ressaltou o superintendente de Meio Ambiente da Copasa, Nelson Cunha Guimarães. Segundo a presidente da Copasa, Sinara Meirele, a assinatura destes convênios faz parte de um conjunto de ações que irão permitir arraigar o conhecimento da situação destas áreas. "Esta medida traz para o cotidiano das pessoas e  instituições, práticas que possam ser complementares e adequadas do ponto de vista  ambiental", explica. 
O programa Pró-Mananciais tem em sua concepção a cultura de sustentabilidade, as ações de  sensibilização, mobilização e de educação ambiental, o estímulo à mudança de hábitos e  costumes, a ética do cuidado, a construção coletiva do sentimento de pertencimento à  microbacia hidrográfica e a responsabilidade compartilhada.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897