SUGESTÃO

Prefeito sugere venda de imóveis para capitalizar o INPAR

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Editoria: cidades | 10/06/2018 | Visualizações: 3667

Associação dos funcionários Municipais - Foto de Sebastião Tadeu Ribeiro

O prefeito Walker Américo Oliveira disse ao Jornal do Sudoeste ter uma proposta para ajudar a sanear e capitalizar o Instituto de Previdência dos Funcionários Municipais – INPAR. Ele sugere a venda da sede da Associação dos Funcionários Municipais, localizada na rua dos Antunes, no centro de Paraíso onde há a piscina, e também a do prédio da sede administrativa do INPAR na avenida Angelo Calafiori, próximo à Praça da Abadia.
Walkinho propõe que o dinheiro arrecadado na venda dos dois imóveis seja destinado ao INPAR, o que lhe garantirá bom recurso financeiro em caixa, podendo ser aplicado, o que lhe dará tranquilidade para o instituto.
Outra proposta do senhor prefeito pretende fazer ao INPAR é o município doar uma nova área para a construção de sua nova sede administrativa que possa atender bem aos aposentados, pensionistas, afastados por motivo de saúde e também parte funcional, os funcionários que trabalham no setor administrativo e gerencial.
O prefeito ressalta ter concluído o pagamento ao INPAR de parcelamento feito pela prefeitura em 2009 (era um total 141 parcelas) que venceria em abril de 2018. “Paguei antecipado R$ 2.771.154,97 em maio de 2017”, explica. Outro ponto destacado por ele é que em seu mandato foi extinto um processo de honorários que havia relacionado ao INPAR no valor de R$ 505.184,68 relativo a multas e juros de pagamentos feitos em atraso pela prefeitura.
“Outro fator importante e que nenhum prefeito anterior a mim fez, foi o aumento da contribuição patronal (a parte da prefeitura para o INPAR) que era de 14% e foi para 17,08%. Além disso em minha gestão houve a inclusão de aporte financeiro no orçamento para assegurar os pagamentos ao Instituto, e disponibilizamos o atual presidente do Conselho Administrativo do INPAR, o Silvio Aparecido de Carvalho, que é funcionário público municipal estatutário, para trabalhar exclusivamente, em tempo integral no Instituto”, disse.
No dia 1.º de dezembro de 2017 a prefeitura repassou R$ 300 mil ao INPAR, fruto da sobra de duodécimos devolvidos pela Câmara Municipal, salientou o prefeito.
O prefeito Walker Américo declarou ao “JS” que até o final de seu mandato fará parte do processo de recuperação financeira do INPAR, de modo que o Instituto cumpra sua função em prol de servidores que trabalharam 25 a 35 anos para se aposentarem. “Vou fazer de tudo para juntamente com a atuante diretoria do INPAR conseguirmos efetuar a consolidação da saúde financeira do Instituto, e com isso trazer tranquilidade aos aposentados, pensionistas e afastados que dependem de seus salários mensalmente para terem vidas dignas”, concluiu.
Todos os funcionários municipais, inclusive os sob responsabilidade do INPAR querem receber seus merecidos salários até o quinto dia útil do mês. Isto não é favor, sim um dever dos administradores do Executivo municipal. 
Agora, quanto a proposta de se vender o Clube dos Funcionários e a sede administrativa do INPAR são questões a serem discutidas, analisadas com seriedade e com aval dos funcionários municipais da ativa e inativos. Certamente o senhor prefeito vai ouvir e dialogar com o presidente da AFM, Emerson Ramos, e com Silvio de Carvalho, presidente do Conselho Administrativo do INPAR, que aliás vem fazendo administração séria, competente e transparente.
O prefeito Walker calcula que com R$ 150 mil se constrói a sede própria para o INPAR, a prefeitura doando o terreno. A dívida do município (prefeitura) para com o INPAR segundo ele é de aproximadamente R$ 5 milhões.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897