SUSPEITOS

Polícia Civil identifica e prende suspeitos de praticarem dois assaltos em Paraíso

Moto utilizada pela dupla nos assaltos era produto de furto ocorrido no mês passado

Por: Roberto Nogueira | Editoria: policia | 14/06/2018 | Visualizações: 8217

Dois foram presos acusados de roubos cometidos na cidade e no meio rapaz pego com drogas - Foto de Reprodução

Um trabalho intenso de investigação de policiais civis da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil, comandado pelo delegado Tiago Bordini resultou na prisão de dois rapazes suspeitos de cometerem assaltos à mão armada em São Sebastião do Paraíso. As ações ocorreram nos dias 4 e 7 de junho e tiveram como vítimas um homem e uma mulher que foram abordados pelos mesmos suspeitos conforme provas apresentadas. Ambos os envolvidos foram recolhidos ao presídio da cidade e a moto utilizada por eles juntamente com outros objetos foram apreendidas. 
O trabalho da Polícia Civil teve início com as queixas, primeiro de um homem que após ter saído de uma agência bancária foi seguido por várias ruas e depois assaltado na região entre os bairros Mocoquinha e Muschioni. O caso foi registrado no dia 4 de junho. O outro caso, com as características semelhantes de abordagem aconteceu dia 7 de junho, e teve como vítima uma mulher identificada pelas iniciais S.V.C.N.
As investigações realizadas pela equipe da Policia Civil foram determinadas e acompanhadas pelo delegado Tiago Bordini. Inicialmente foram obtidas imagens de câmeras de segurança onde os suspeitos aparecem em vários locais em acompanhamento às vítimas, antes delas serem abordadas. Os trajetos feitos por elas foram refeitos e mostra a atuação dos suspeitos, situação que possibilitou a identificação dos envolvidos pelo fato de pelo menos um deles já ser conhecido nos meios policiais. 
Conforme a narrativa do homem que foi uma das vítimas após sair do banco na região da Lagoinha, ele percebeu estar sendo seguido e entrou numa padaria na avenida Wenceslau Bras. A dupla parou nas imediações e aguardou que ele saísse para continuar a perseguição até a abordagem. Através de uma sequência de imagens de câmeras de segurança os policiais conseguiram verificar a vítima e os acusados em seguida fazendo o acompanhamento até a região da Praça da Abadia, onde pouco depois ocorreu o assalto. Foi levada a bolsa contendo cerca de R$ 2 mil e o aparelho celular. 
Da outra vítima, os policiais identificaram situação semelhante no modo de agir dos acusados. A dupla estava em uma moto, seguiram a mulher que ao ser abordada teve a arma apontada contra ela. A moto em que a vítima estava chegou a ser derrubada devido a violência da abordagem. Os autores trajavam as mesmas vestimentas e usavam os mesmos capacetes e moto do primeiro roubo, sendo que inverteram as blusas e capacetes.
Em continuidade as investigações a polícia recebeu informação de que R.P.S.B., 20, estaria transitando em uma motocicleta sem documentos com as mesmas características da utilizada nos roubos. Sendo conhecido nos meios policiais as investigações foram centralizadas nele. Também foi identificado C.A.L.P., como o segundo envolvido. No dia 8 de junho os policiais estiveram na casa dele onde foram encontrados vários pertences da vítima mulher, inclusive a bolsa que fora roubada. 
A mãe do acusado disse ter comprado a bolsa do filho e pagou R$ 50,00, alegou não saber que se tratava de produto de roubo. Na mesma residência foi apreendida a blusa de cor cinza utilizada pelos autores conforme os vídeos e fotos apurados pela polícia, nos dois casos. Também foram recolhidos a bolsa, a carteira e um artefato religioso, ambos apreendidos na casa da mãe de C.A.L.P.
Policiais também estiveram na casa do outro suspeito onde foram feitas buscas. Foi encontrada a moto utilizada nas duas ações. O veículo já encontrava-se em fase de desmontagem, tendo sido retirados dela a placa de identificação e espelhos retrovisores. Em outra casa no mesmo endereço foi localizado o capacete, a calça jeans e o tênis branco usado pelo suspeito, assim como o calçado e capacete branco usado nos dois roubos. 
Embora estivesse foragido, os policiais continuaram as investigações e diligências. Contra ele já havia sido expedido um mandado de prisão que estava em aberto. Na quarta-feira,13, ele acabou sendo preso durante uma abordagem da Civil. No local onde ocorreu a prisão também estava um terceiro rapaz que foi detido com uma bucha de maconha e também foi conduzido à delegacia para averiguações. “Acreditamos que a retirada destes indivíduos de circulação irá contribuir para baixar os índices de criminalidade violenta no município”, afirma Tiago Bordini.
O delegado enfatizou ainda que os investigadores que aturam nestes casos foram treinados na especialidade de vistoria veicular no curso de formação policial.  Eles usaram da experiência adquirida para analisar a motocicleta apreendida suspeitando de que a mesma fosse produto de furto. Este fato foi confirmado ao recuperar a numeração do motor do veículo. A moto  foi furtada no dia 14 de maio. A proprietária foi acionada na delegacia para reconhecer o veículo e providenciar a remoção. Atuaram no caso o sub-inspetor de investigadores de Polícia, Jornei Vilela de Andrade;  e os investigadores Roney Waldemar de Oliveira Vilaça e Eliezer Deives Pichiteli.
Segundo a polícia foram recuperados uma bolsa feminina preta, uma carteira feminina preto e branca, uma blusa cinza, um celular Motorolla, um celular Samgsung modelo J5. Também foram apreendidos um capacete branco e outro preto, uma calça jeans, um par de tênis branco e outro preto. 
O delegado afirma que diante da materialidade e das provas colhidas “não ha dúvidas de que os dois rapazes presos são os autores dos casos de roubos violentos registrados nesta ocasião”. O inquérito está sendo concluído e deverá ser remetido à justiça. 

 

 

 

 

 

 

 

 

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897