PODA

SEMAM intervém e poda brusca de árvores é interrompida em Paraíso

Ele admite tratar-se de “situação complexa”

Por: Roberto Nogueira | Editoria: cidades | 16/06/2018 | Visualizações: 5920

Moradores reclamam de poda brusca feita por empresa terceirizada da Cemig Plantio de mudas é feito periodicamente dentro do Plano Municipal de Arborização - Foto de Roberto Nogueira

A poda de árvores que vinha sendo realizada em São Sebastião do Paraíso, pela Cemig através de uma empresa terceirizada foi interrompida na manhã de sexta-feira (15/6). A informação foi confirmada ao Jornal do Sudoeste pela secretária municipal de Meio Ambiente, Yara de Lourdes Souza Borges. Assim como a redação do jornal, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM) também teria recebido uma série de reclamações contra a poda brusca realizada em árvores de ruas e avenidas da cidade. "Tivemos ciência desta situação e já tomamos as providências", disse Yara Borges ao anunciar a suspensão do serviço. 
As queixas em relação as podas bruscas de árvores que estavam ocorrendo na cidade começaram a chegar ao Jornal do Sudoeste durante a semana. As reclamações foram referentes ao serviço realizado na avenida Angelo Calafiori e também na rua Dr. Placidino Brigagão. Segundo os leitores com o trabalho realizado as árvores podadas ficaram vulneráveis podendo sofrer queda eminente em caso de vento. Outro aspecto assinalado é a questão estética, "pois o corte da forma como foi feito deixa a cidade feia", reclamou um leitor. Também houve reclamações em relação ao recolhimento dos galhos e restos das árvores que ficam dias nas ruas sem serem removidos.
Na manhã de sexta-feira,15, pelo menos três funcionários de uma empresa terceirizada pela Cemig trabalhavam na poda de árvores na avenida Monsenhor Mancini, próximo à sede do Jornal do Sudoeste. No entanto, o serviço foi interrompido por voltadas 11 horas. Na manhã de quinta-feira,14, os mesmos trabalhadores foram vistos atuando nas proximidades da Prefeitura e na região da Lagoinha sentido a avenida Wenceslau Bras. 
Em contato com a SEMAM, a secretária Yara Borges disse que soube da situação. Ela informou que colocou a equipe de fiscais da SEMAM na rua para fazer o levantamento de quantas árvores foram cortadas de forma brusca. "Temos conhecimento da situação e pedimos para que fossem tomadas as providências e para que parassem imediatamente com as podas". 
Até o fechamento da matéria ainda não havia sido concluído o cálculo de quantas árvores foram afetadas. "Hoje de manhã (sexta-feira)  entrei em contato com a Cemig, em Passos e marcamos uma reunião para tratarmos desta questão, que acontecerá na segunda-feira, às 13 horas".
No início de abril deste ano a Prefeitura de São Sebastião do Paraíso, por intermédio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM) realizou em parceria com a Cemig um treinamento de poda de árvores. As atividades foram relacionadas a avaliação das plantas e os riscos na área urbana. O treinamento realizado teve o objetivo de melhorar a qualidade das podas de árvores na área urbana e de segurança no trabalho, além de nivelar a parte técnica com os outros órgãos públicos que trabalham com esta atividade. De acordo com a SEMAM desde 2009 que o Município tem esta parceria com a Cemig. 

 

ARBORIZAÇÃO
Ainda de acordo com Yara Borges o município está desenvolvendo o Plano Municipal de Arborização com o plantio de novas espécies por toda a cidade. O trabalho é desenvolvido em parceria com escolas da rede pública e particular, além de órgãos de serviços como o Rotary Club e grupos de escoteiros. Ao final de abril foi realizada uma das ações de plantio na região do complexo San Genaro quando ocorreu o plantio de dezenas de mudas. "Temos feito este trabalho de substituição das plantas antigas, mas de forma gradativa", explica. 
A secretária ressaltou também que em todas as reuniões do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Codema) são analisados pelos conselheiros pedidos de poda, corte e substituição. "Cada situação é analisada, um fiscal acompanha de perto cada caso que é registrado e a apreciação é feita nas reuniões que promovemos mensalmente", observa. Yara Borges disse ainda que o município possui um viveiro de mudas no Parque da Serrinha onde são produzidas as espécies que são plantadas. "Tivemos por muitos anos em Paraíso o plantio muitas vezes de árvores inadequadas para o espaço urbano. Muitas delas cresceram e hoje provocam danos às calçadas, às casas e transtornos aos moradores e as pessoas. Por isso que temos este acompanhamento atual para que estes erros não mais se repitam", acrescenta. 
As reuniões do Codema ocorrem na segunda quarta-feira do mês, na sala de reuniões da SEMAM a partir das 9 horas da manha e é aberta ao público. "Qualquer pessoa pode participar e nos ajudar nestas questões", finaliza a secretária.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897