VISITA

Romeu Zema, pré-candidato ao Governo de Minas visitou Paraíso

Por: Nelson de Paula Duarte | Editoria: politica | 03/07/2018 | Visualizações: 6760

Pré-candidato ao governo de Minas Gerais pelo Partido Novo, empresário Romeu Zema - Foto de Nelson P. Duarte/Jornal do Sudoeste

O pré-candidato ao governo de Minas Gerais pelo Partido Novo, empresário Romeu Zema, esteve ontem em São Sebastião do Paraíso. De manhã ele visitou a redação do Jornal do Sudoeste, a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços (ACISSP), e em seguida foi recebido pelo prefeito Walker Américo, na prefeitura.
Romeu Zema tem percorrido várias regiões desde janeiro, em trabalho “corpo a corpo”. Conforme salienta, com recursos próprios, de vez que uma das filosofias do Partido Novo é a não utilização de fundo partidário e eleitoral. “Temos visto uma aceitação muito boas porque o partido tem propostas e ideias bastante inovadoras, diferente dos outros partidos, e aonde fomos temos colhido frutos. Em Minas é onde o Novo mais tem crescido no Brasil”, disse.
O pré-candidato acredita que com o tempo sua candidatura irá ganhar corpo. Para vice em sua chapa ele escolheu também um empresário, o economista e engenheiro Paulo Eduardo Rocha Brant, que foi diretor-presidente da Celulose Nipo-Brasileira S.A – CENIBRA. A convenção partidária para lançamento da chapa será no próximo dia 21. 
Paraíso foi a 101ª cidade visitada por Zema que estava acompanhado de três pré-candidatos a deputado. Conforme disse, até outubro pretende chegar a 300 municípios visitados.
No período da tarde ele falou sobre o partido e sua candidatura na Câmara Municipal. Destacou que até filiar-se ao NOVO não teve atuação e nem ligação partidária. Criticou a falta de gestão no governo mineiro que levou o estado a uma situação financeira incapaz de cumprir compromissos a partir do quadro de servidores. Disse que sendo eleito, uma de suas primeiras medidas será transformar o Palácio das Mangabeiras, residência oficial do governador, em “Museu das Mordomias”. “Aqui no Brasil criamos a imagem de que governador, presidente devem morar em palácios, e isto custa algumas dezenas de milhões por ano, em um estado falido, quando deveriam morar em suas casas. Não são reis ou rainhas”.
Romeu Zema criticou a carga tributária (ICMS) cobrada pelo governo mineiro nos combustíveis, cesta básica e materiais de construção, “e apesar disso temos um estado falido. São Paulo que cobra mais barato e está com as contas em dia. O que está acontecendo aqui só pode ser uma administração desastrosa, não há outra explicação”, aponta. 
O pré-candidato lembrou também o grande número de empresas instaladas em Minas que estão migrando para outros estados, como Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo. “A legislação estadual mineira é a mais complexa, e a que mais penaliza quem investe, produz e gera emprego. Se conseguirmos que o Estado pare de atrapalhar quem trabalha, já vamos causar e facilitar o desenvolvimento”, ressalta.
“Acreditamos que Minas e o Brasil precisam é de pessoas que não tenham o ranço e não estejam contaminadas por esta velha fórmula de fazer política. Quem está lá dentro, muito provavelmente só enxerga formas inadequadas de conduzir o processo. É necessário renovação para que as coisas mudem para melhor”, observa.
Perguntado sobre medidas que pretende implementar para recuperar o estado, afirmou que “como Minas é um estado falido, o que vamos fazer é reduzir gastos, para a situação critica não piorar mais ainda. Funcionários da ativa, aposentados não estão recebendo em dia, e prefeituras sem repasses. A grande plataforma é controlar as contas”.
Romeu é natural de Araxá, tem 53 anos e é formado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (SP). Sua trajetória profissional começou cedo: foi cobrador, frentista, balconista, estoquista, caixa, comprador, vendedor, analista de marke-ting, analista comercial e gerente. Hoje é presidente do Conselho de Administração do Grupo Zema.
Seu encontro com o NOVO ocorreu naturalmente e o convite para a candidatura chegou em uma etapa de vida propícia. “Desde novembro de 2016, quando programei minha sucessão como principal executivo do Grupo Zema, passando a integrar o Conselho, fiquei com a agenda mais disponível. Tempos depois, quando conheci o NOVO, surgiu o convite ao cargo. Refleti muito e percebi que estava pronto para investir na esfera pública. Considerando o fato de eu não ter um passado político e ainda oferecer um perfil diferente dos demais candidatos, tenho certeza que este é um momento excelente para apresentar propostas de gestão eficazes para Minas”, ressalta Romeu.
O pré-candidato destaca que durante 30 anos atuando na iniciativa privada obteve conquistas relevantes, entre elas, a abertura de mais de 400 lojas do Grupo Zema, representando um alto índice de empregos e negócios gerados nas várias cidades do Estado.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897