SANTA CASA

Prefeitura e Santa Casa alinham ações para resgate financeiro do hospital

Reunião discutiu uma proposta de cronograma de ações e financeiro para aumentar oferta de serviços à população e recuperar as receitas da instituição

Por: Redação | Editoria: saude | 30/03/2017 | Visualizações: 171

-

Em uma reunião realizada na prefeitura durante a manhã de ontem, terça-feira (28), foram estabelecidas ações a serem desenvolvidas no intuito de aumentar a contratação de serviços da Santa Casa de Misericórdia por parte da Prefeitura. Representando o Executivo participaram o prefeito Walker Américo Oliveira, o procurador geral do município, Túlio Colombaroli e o secretário municipal de Saúde, Wandilson Bícego. 
A comissão interventora do hospital foi representada pelo interventor Adriano Rosa do Nascimento, pelo vice-provedor Fernando Alvarenga,  secretário Luiz Gonzaga Pessoni, tesoureiro João Eugênio e pelo advogado Marcos César de Carvalho.
Durante a reunião, o interventor apresentou o relatório das ações já desenvolvidas e o resultado obtido até o momento. Os números mostram que a redução de despesas tem acontecido com medidas de austeridade adotadas pela Comissão Interventora, como redução de pessoal, economia de recursos em todos os setores e otimização dos recursos existentes. “Somente em folha de pagamento reduzimos perto de R$ 100 mil ao mês”, frisou o interventor.
Nascimento destacou que o momento agora é de busca de receitas novas de forma que possa ser amenizado ou até mesmo zerado o déficit mensal apresentado pela Santa Casa que, segundo o interventor, seria no valor aproximado de R$ 230 mil. “Esse aporte é necessário, pois realizamos o trabalho de pagamento de dívidas herdadas pela nossa gestão que estavam inviabilizando o trabalho no hospital. Compramos materiais à vista para garantir o atendimento, mas existem fornecedores ainda sem receber e que esperam, pelo menos, uma proposta de pagamento de nossa parte”, explicou Adriano.
Secretário Wandilson Bícego explicou que hoje o trabalho da secretaria está voltado em identificar a real demanda por consultas especializadas e cirurgias eletivas para começar o encaminhamento dos pacientes ao hospital. “Um procedimento oftalmológico que havia 60 prescrições ao fazermos uma reavaliação notamos que na verdade a intervenção cirúrgica seria necessária apenas em sete casos, isso faz uma diferença muito grande para as finanças da prefeitura, visto a situação encontrada pela nossa gestão”, exemplificou.
Outro ponto destacado pelo secretário de Saúde é com relação à tabela de valores a serem pagos pela Prefeitura pelos procedimentos médicos/cirúrgicos. Segundo ele, o valor precisa ser discutido com mais efetividade e dentro da realidade financeira da Prefeitura para que, os compromissos assumidos pela gestão, possam ser realmente pagos ao hospital. “Essa discussão faremos de forma técnica entre a Secretaria de Saúde e a Santa Casa para que possamos achar o equilíbrio entre as propostas e assim iniciar o atendimento da população”, finalizou Bícego.
O prefeito Walker Américo determinou rapidez . “Esse valor tem que ser fechado o mais rápido possível. Espero que ainda essa semana essa questão possa ser resolvida para que agora em abril iniciemos os atendimentos especializados, tanto de consulta como de cirurgias eletivas”, enfatizou o prefeito.
Walker ainda destacou que  nesta quarta-feira (29/3), estará em Belo Horizonte para discutir junto ao Governo do Estado, ações que possam beneficiar o município e a Santa Casa. “O Governo do Estado deve ao município de Paraíso mais de R$ 7 milhões referentes a procedimentos de saúde empenhados e não pagos. Desse total, cerca de R$ 2,7 são devidos para a Santa Casa e estaremos com os prefeitos da Ameg e com o secretário de Governo Odair Cunha solicitando a liberação desses recursos que irão nos aliviar as finanças, tanto da Prefeitura quanto da Santa Casa, e possibilitar que façamos os investimentos em saúde que nossa cidade tanto precisa”, anunciou Walkinho.
Os presentes ainda definiram que será marcada, para a próxima semana, uma reunião entre Santa Casa, Prefeitura e Câmara Municipal para apresentação da situação atual do hospital, bem como o papel que cada ente no trabalho de recuperação das finanças e da capacidade de atendimento da instituição.
Ao final da reunião ficou acertado que hospital e Secretaria de Saúde irão ajustar as agendas de atendimento a partir da definição dos valores de tabela dos procedimentos, além do estabelecimento de um cronograma de ações e financeiro, reanalisar e propor mudanças na contratualização de serviços ofertados pela Santa Casa à Prefeitura além da articulação de uma reunião regional para aumentar as referências dos municípios vizinhos junto ao hospital paraisense, de forma a garantir receitas novas para a manutenção da instituição. 
(por Luiz Fernando Souza)

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897