CURTAS

CURTAS EDIÇÕES 2088

Por: Redação | Editoria: cidades | 01/04/2017 | Visualizações: 156

-

REPRESENTATIVIDADE
O prefeito Walker Américo Oliveira de São Sebastião do Paraíso é integrante da diretoria da AMM (Associação Mineira dos Muncípios). Walkinho vem resgatando a representatividade e o prestígio da cidade e também o faz em nome da região ao fazer parte de mais esta entidade. Ele também já foi eleito inicialmente como 2º vice-presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Grande (Ameg). Em  6 de janeiro, em Varginha assumiu o cargo de vice-presidente do (Consórcio Intermunicipal de Saúde da Macrorregião do Sul de Minas (Cissul/Samu). Depois em 23 de janeiro, foi eleito presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Sudoeste Mineiro (Cissm). 
DIRETORIA
Os membros da nova diretoria da Associação Mineira de Municípios (AMM), para o biênio 2017 a 2019, foram eleitos na quinta-feira, 30 de março. A escolha se deu com chapa única e suprapartidária, na sede da Associação, em Belo Horizonte. Cerca de 200 prefeitos afiliados compareceram à votação, que contabilizou 185 votos válidos. A diretoria da chapa “Prefeitos unidos, AMM forte!” ficou tem como presidente Julvan Lacerda (PMDB/Moema); Vice-presidentes Wander Borges (PSB/Sabará), Marcos Vinícius (PSDB/Coronel Fabriciano) e Rui Ramos (PP/Pirajuba); Secretários, Maria Aparecida Magalhães (PMDB/Manhuaçu) e José Cordeiro (PSDB/Congonhas); Tesoureiros: Daniel Sucupira (PT/Teófilo Otoni) e Geraldo Godoy (PMDB/Periquito).
SEGUNDA VEZ
Esta é a segunda vez que São Sebastião do Paraíso tem um prefeito integrante da diretoria da AMM. Em 2011, o então prefeito Mauro Lúcio da Cunha Zanin também foi membro integrante da diretoria da associação. Ainda em defesa do associativismo e também em favor das causas municipalistas, nas próximas semanas, o atual prefeito Walkinho estará em Brasília assinando a ficha de associação de Paraíso junto a CNM (Confederação Mineira dos Municípios). De acordo com o presidente eleito Julvan Lacerda a união é palavra chave da nova diretoria. Ele destacou também a importância dos chefes do executivo municipal. “Os prefeitos são a maior força política do País. Nós só somos subjugados porque ainda não temos união. E a nossa chapa nasce com essa força. E que ela perdure por todo o mandato”, disse. 
AVERIGUANDO
E a comissão de licitação da Prefeitura interrompeu o processo de licitação para escolha da empresa que será responsável pela manutenção do serviço de iluminação pública na cidade. O certame já estava bem adiantado quando atendendo questionamento entre concorrentes em relação aos preços anunciados por das empresas, resolveu-se dar um tempo para algumas diligências. Importante neste momento ter segurança do que está sendo contratado para evitar futuras dores de cabeça e aborrecimentos.  Por hora a solução do problema deve demorar mais alguns dias do que o previsto.
EXPERIMENTOU
Paraíso em um passado recente já experimentou este tipo de situação e os prejuízos estão sendo sentidos até os dias atuais. É o caso da construção da Escola Municipal José Carlos Maldi, localizada no bairro Bela Vista. Na época a empresa vencedora da licitação interrompeu os trabalhos e a obra ainda foi interditada judicialmente. Posteriormente foram anunciadas por várias vezes a retomada dos trabalhos e até hoje passado mais de seis anos do início, a construção ainda se arrasta. É o típico caso de que o barato sai caro. 
INTERVENÇÃO
Por falar em sai caro, usuários dos serviços de uma prestadora na área de internet em Paraíso que pagam caro pela prestação de serviço estão sofrendo com a má qualidade oferecida. Pior de tudo conforme afirmam, é o consumidor ser feito de bobo ao ligar na empresa e nem sequer ser atendido. Quando se atrasa por um dia o pagamento da fatura a cobrança dos juros é automática. Mas quando a prestação do serviço não condiz com o que foi contratado necessário também que os responsáveis também sofram alguma penalidade. Com a palavra as autoridades, se é que reclamação neste sentido foi protocolada nos órgãos de proteção ao consumidor.
SÍNDROME
Informações obtidas pelo Jornal do Sudoeste dão conta de que na Santa Casa de São Sebastião do Paraíso foram registrados dois caso da Síndrome de Guillain Barré. Trata-se de uma doença autoimune caracterizada por uma inflamação aguda com perda da mielina, que é uma importante membrana de proteína e lipídeos que envolvem os nervos e facilita a transmissão do estímulo nervoso, dos nervos periféricos e às vezes de raízes nervosas proximais e também de nervos cranianos. 
TRANQUILIZANDO
Em algumas regiões o aparecimento de alguns casos desta síndrome foi associada ao aumento dos casos desta doença ao Zica Vírus, assim como foi com a Microcefalia. No entanto, em Paraíso, não houve registro de Zica, o que descarta a associação com os possíveis casos de Síndrome de Guillain Barré registrado no município. A Síndrome não é transmissível e não há motivo para preocupação. Especialista do setor garante que não há motivo para se fazer alarde e sim manter a adoção de medidas de combate ao mosquito aedes aegypti.
HABITE-SE
Um grupo de vereadores de Paraíso esteve nesta semana na Secretaria Municipal de Obras apurando informações a respeito da emissão do habite-se. Segundo queixas de munícipes no setor estaria ocorrendo um grande atraso na emissão do documento, gerando demanda represada. Segundo consta esta situação também ocasiona atrasos nos trâmites para os construtores e também às pessoas que aguardam o procedimento para mudarem para suas casas.
JUSTIFICADO
Os vereadores Marcelo de Morais, Vinício Scarano, Luiz de Paula, Cidinha Cerize, José Luiz das Graças e Lisandro Monteiro foram recebidos pelo secretário municipal de Obras José Antonio Cintra. Ele confirmou atrasos anteriores na emissão do documento, mas disse que nesta semana, depois de alguns ajustes feitos com a equipe de fiscais de obras, o trabalho foi colocado em dia, eliminando toda a demanda. Os membros do Legislativo Municipal ouviram também os servidores que atuam no setor. Eles justificaram o atraso alegando que estavam sem veículo para realizar as fiscalizações das obras e também que havia apenas dois fiscais trabalhando no último mês, devido a férias e afastamentos concedidos pela administração.
PAVIMENTAÇÃO
Também houve questionamentos dos vereadores com relação a programação de asfaltamento para o Jardim das Hortênsias, uma melhoria que é aguardada pelos moradores há mais de 20 anos. Cintra explicou que as ruas do bairro estão sendo limpas e a colocação de guias será iniciada na próxima semana, para receberem o asfalto logo em seguida. Ele adiantou também, que o setor de obras está recebendo diariamente muitos pedidos para tapar buracos em diversos bairros. Com a estiagem dos últimos dias as equipes do departamento de obras já iniciaram uma operação na cidade.
DEVOLUÇÕES
A esta coluna o vereador presidente da Câmara de Paraíso, Marcelo Morais, disse que as devoluções de sobras de valores recebidos nos duodécimos repassados da Prefeitura para a Câmara, a exemplo do que ocorreu recentemente quando foram devolvidos R$ 500 mil que ajudaram a quitar folha de pagamento em atraso de servidores, devem continuar. Em setembro a intenção é devolver mais R$ 1 milhão, montante que Marcelo sugere, se o prefeito Walkinho achar de bom alvitre, ser utilizado para abater dívida do município junto à Santa Casa, cujas finanças andam perrengue.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897