LIVRO

Uma janela para o infinito

Por: Nelson de Paula Duarte | Editoria: cultura | 30/07/2018 | Visualizações: 4313

Uma janela para o infinito - site: www.clubedeautores.com.br - Foto de Reprodução

O LIVRO
Um conjunto de pequenas histórias e crônicas, esse livro é fruto, em sua maior parte, de vinte e poucos anos de escrita semanal e ininterrupta, no Jornal do Sudoeste, daqui de São Sebastião do Paraíso.
A palavra crônica vem do grego khrónos, que quer dizer tempo. Assim, uma crônica, na verdadeira acepção da palavra, deveria tratar de assuntos do momento: a situação política, o clima, acontecimentos felizes ou infelizes que causam algum rebuliço... Mas, o autor, provavelmente por seu temperamento eclético, escreve sobre tudo: pequenas biografias de gente interessante, como Chiquinha Gonzaga, Zumbi dos Palmares, Hipócrates e Isaac Newton; astronomia (porque é importante saber onde, afinal, nós moramos!); pequenas histórias sobre amores e dores de personagens, na maioria das vezes reais, que desfilaram na passarela do tempo!
Mas, o tema principal, o foco, é sempre a filosofia, a psicologia, a mitologia e a religiosidade do ser humano. Trata da religião no sentido amplo, do indígena que adora o Sol e a Lua, ao budista que medita, por horas a fio debaixo de uma figueira... Porque, no final das contas, a busca é a mesma, o resultado é o mesmo. E essa religiosidade é o maior bem que o povo brasileiro possui, o qual vem sendo cultivado em nossas terras desde muito tempo. Logo chegará o momento do Brasil passá-la para o mundo todo!
Desses quase quinhentos escritos, foram escolhidos pouco mais de uma centena, observando-se principalmente sua atemporalidade e sua universalidade. A dor, a alegria e a tristeza não são paraisenses e nem brasileiras – são sentimentos que fazem parte do mundo inteiro, quiçá do Universo. 
É isso, apenas isso, que o autor apresenta nas 248 páginas desse livro chamado “Uma Janela Para o Infinito”, nome, aliás, muito apropriado, porque seus estudos, leituras, cursos, viagens e orações sempre foram uma busca do que está além, muito além, da linha do horizonte!

 

O AUTOR
Joel Cintra Borges nasceu no dia 4 de agosto de 1940, numa fazenda do município de Cássia - MG, onde morou até os sete anos de idade. Para esse paraíso perdido, esse convívio íntimo com a natureza, as pescarias e as meditações, só  voltaria  nos períodos reduzidos das férias de julho e de fim de ano. Só que agora não mais como nativo, como filho da terra, mas, apenas como um visitante, um viajante apátrida cuja única bandeira era a do Universo.
Em Cássia fez o primário e o ginasial, estudando o colegial em Ribeirão Preto e a faculdade em Belo Horizonte, ingressando na Universidade Federal de Minas Gerais, onde se graduou em Medicina Veterinária. Exerceu essa profissão com muita honra, muito amor e muito empenho, sem escolher dia ou horário para atendimentos. Procurando sempre atualizar-se, reuniu uma verdadeira coleção de diplomas, incluindo até um da Universidade de Tel Aviv, em Israel, onde se cria o melhor gado leiteiro do muno.           
Trabalhou em Cássia e região por muitos anos como veterinário autônomo, sendo depois contratado pelo Sindicato Rural e posteriormente pela Coopassa. No final do ano de 1987 veio para São Sebastião do Paraíso, terra que o acolheu como filho do coração. Aqui trabalhou por dezoito anos na Coolapa, à qual deu o melhor de seus esforços, tendo a empresa também reconhecido sempre seu trabalho profissional.  Atualmente é aposentado por tempo de serviço.    
Sempre gostou da literatura, embrenhando-se, desde muito jovem, pelas ruelas de Paris, com Victor Hugo, pelo fog londrino ao lado de  Shakespeare, ou pelas noites brancas de São Petersburgo, com Dostoiévski. Grande admirador, também, das letras brasileiras e portuguesas, leu, entre outros, Machado de Assis, Humberto de Campos, Jorge Amado, e, de além-mar, Eça de Queiroz, Camilo Castelo Branco...
Das Américas, encantou-se com os contos vigorosos de Jorge Luis Borges e a realidade mágica de Gabriel García Márquez, dos Cem Anos de Solidão. Mas, falar de literatura é falar de um universo, e para isso seria necessário escrever outro livro!
Com todas essas influências, o autor forjou seu estilo, que é muito claro, incisivo e direto. Com uma visão muito ampla, escreve sobre tudo:  da biologia à astronomia, da filosofia à religião, da física quântica às mágoas que atormentam o coração humano! 
Criado numa religião tradicional, aos 13, 14 anos tornou-se ateu, assim  permanecendo  até  ingressar na UFMG, quando se reencontrou com Deus, dessa vez de forma mais consciente e racional, ao estudar mais profundamente essa coisa fantástica chamada vida! Hoje professa e estuda, com muito carinho,  a  religião  espírita. 
Além de ler, gosta de cinema, de jogar xadrez e viajar, especialmente pelo exterior, já tendo tido oportunidade de conhecer 29 países, da  Europa, Ásia, África e das Américas do Sul e do Norte.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897