OPINIÃO - Mariano Bícego

Bola Murcha

Por: Mariano Bícego | Editoria: brasil | 19/04/2017 | Visualizações: 216

-

A falência do esporte olímpico brasileiro pós-Jogos do Rio revela como o gestor esportivo nacional não soube aproveitar o evento para se preparar para não depender da verba estatal, especialmente aquelas entidades com largo histórico de existência.
O problema é que o modelo que o COB montou, desde os anos 90, fez do esporte olímpico um núcleo absolutamente dependente da verba estatal. Seja por meio da Lei Piva, da Lei de Incentivo ou dos patrocínios estatais, o esporte olímpico dependeu sempre da verba pública para existir.
Daí as entidades representativas das modalidades entrarem em crise, com os escândalos envolvendo as estatais. 
Um escândalo escancarou o outro.
Assombro maior com as estruturas montadas para os Jogos Rio 2016. Custaram os olhos da cara, olhos estes que se arregalam com a falta de zelo pós-jogos, que não poupou nem o Maracanã.
Normal num país onde o esporte está submisso à política.
Serve a essa como um capacho.
Em todos os níveis, inclusive local, é só olhar o passado e o presente.
No passado a tradição do nosso futebol foi jogada para escanteio por conta de interesses políticos.
Prostituíram  a Verdona, só servia em ano de eleição. Usaram até acabar o brilho.
Agora esse imbróglio com o Futsal.
Trouxeram uma equipe sem planejamento, pensaram nos frutos do brilho das câmeras de TV e jornais, se esqueceram do adubo (a grana).
Mas pior ainda é ver outros políticos usarem esse erro para deitarem e rolarem em cima da equipe, que afinal leva o nome de Paraíso, em nome da comparação rasteira e populista.
Por essas e outras que o esporte no Brasil não vai funcionar.
Não enquanto estiver dependente do setor público. 
Político é bola murcha...
Mariano Bícego
mabicego@hotmail.com

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897