PASSARELAS

Rodovia BR-491 terá mais duas passarelas em Paraíso

Por: Roberto Nogueira | Editoria: transporte | 10/05/2017 | Visualizações: 2116

Primeira passarela foi instalada na região há seis anos não agradou moradores - Foto de Reprodução

A rodovia BR-491, em São Sebastião do Paraíso terá duas novas passarelas instaladas no perímetro urbano. Os dispositivos serão instalados nas proximidades dos bairros Cidade Industrial e próximo ao terminal Rodoviário Angelo Scavazza. Em ambos os locais já ocorreram acidentes com vítimas fatais e eram locais de reivindicação dos moradores para que estes equipamentos fossem instalados, inclusive com realização de manifestação dos moradores. 
O anúncio da realização destas obras ocorreu no dia 5 de maio, após o Governo de Minas ter assinado o termo aditivo número 07 que autoriza a Concessionária Nascente das Gerais (Administradora da Rodovia MG-050) a iniciar obras em várias cidades integrantes do Complexo Viário formado pela MG-050/BR-491/BR-265. Serão realizadas uma série de investimentos e melhorias que contemplam ainda os municípios de Itaú de Minas, Passos, Piumhi e Capitólio. 
No caso específico de São Sebastião do Paraíso as passarelas serão instaladas no KM 0,50 e km 2 da BR-491. O primeiro trecho abrange a região que dá acesso ao bairro Cidade Industrial e a Faculdade Calafiori, bem como o Jardim Europa e Parque Industrial I. O segundo trecho compreende a região da Rodoviária e os bairros Ipanema, Alvorada e Alto Bela Vista. Nesta região a Concessionária já havia instalado uma passarela no final de janeiro de 2011, mas a população do local reclamava que a mesma ficou em local equivocado.
Em função de acidentes com atropelamentos, inclusive com vítimas fatais nesta região, moradores das imediações e lideranças políticas da cidade já realizaram várias manifestações na rodovia. Populares fecharam as pistas impedindo a passagem de veículos nos dois sentidos e chegaram a atear fogo em pneus. Várias lideranças da cidade reivindicaram providências do Governo e da concessionária para a situação. A empresa chegou a instalar radares e redutores de velocidades, além de promover campanhas educacionais nas escolas, situações que amenizaram os índices de ocorrência de acidentes com atropelamentos. 
A assinatura foi acompanhada pelo deputado estadual Cássio Soares, que  trabalhou para que fosse realizada, e foi feita pelo secretário de Transportes e Obras Públicas, Murilo Valadares; diretor-presidente da AB Concessões, José Renato Ricciardi; diretor-executivo da Concessionária Nascentes das Gerais e diretor-geral do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER), Djaniro Silva. Ela aconteceu na manhã de sexta-feira na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.
O novo termo aditivo foi necessário tendo em vista que as obras não eram contempladas no contrato de Concessão da PPP, assinado em 2007. "Estamos corrigindo os prejuízos que a nossa região tem tido com a falta de investimentos na Rodovia MG-050. Foi uma longa e árdua trajetória, mas com insistência e dedicação, os resultados acontecem", afirmou o deputado Cássio Soares, no momento da assinatura.
De acordo com o secretário Murilo Valadares, esse termo aditivo foi assinado após uma longa discussão entre o Governo de Minas e a Concessionária. "Não existia acordo e estava na arbitragem. Acertamos o valor da multa, compensando a contrapartida do Estado. Com isso, várias obras iniciam agora em junho, entre elas a de Passos, e agora fazemos fiscalização para que o cronograma seja cumprido", afirmou.
Todo o processo de discussão foi acompanhado pelo deputado Cássio Soares, ação reconhecida por todos os responsáveis. "O deputado Cássio Soares desde 2015 está correndo atrás dessa obra. Ele me ligava toda semana para saber do aditivo. Não tinha muito jeito de fazer rápido porque o modelo não era interessante para o Estado e para a população. Essa é uma nova tentativa de fazer com que a Concessionária respeite os usuários e o deputado Cássio faz parte dessa luta", garantiu Murilo Valadares.
O diretor-executivo da Concessionária disse que o papel do deputado foi fundamental para identificar as obras que seriam necessárias na região, antes não contemplada no contrato de concessão. "Ele soube entender a necessidade da população e soube mostrar isso ao Governo de Minas. O papel do deputado foi importante na viabilização desse novo cronograma", finalizou.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897