COMBUSTÍVEL

Pimentel mandou e deputados que o apoiam aumentaram o ICMS sobre combustíveis

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Editoria: economia | 04/06/2017 | Visualizações: 997

- Foto de Reprodução

A mando do governador Fernando Pimentel, nesta quinta-feira (1/6) foi aprovado na Assembleia Legislativa mineira projeto de lei que aumentou as alíquotas do ICMS – Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços sobre o preço do etanol, gasolina e também sobre o valor do IPVA de algumas modalidades de veículos automotores.
O aumento nas alíquotas aprovado pela ALMG foi de 2% no litro do etanol e também sobre o litro de gasolina. A do etanol que era de 14% passou para 16% e o da gasolina de 29% foi para 31%.
Nós pobres e inocentes eleitores e também consumidores mineiros mais uma vez fomos enganados, porque durante sua campanha eleitoral para se eleger governador, Pimentel esteve visitando diversas cidades no Triângulo Mineiro, pedindo votos, principalmente nas que estão mais próximas ou fazem divisa com o Estado de São Paulo. 
Em sua campanha naquela desenvolvida região, Pimentel lhes “garantiu” que, uma vez eleito reduziria o percentual da alíquota do ICMS sobre etanol e gasolina, de modo baratear o preço para consumidores mineiros, que à época lhe queixaram sobre altos preços comparando-se com os valores cobrados no Estado de São Paulo. E como se sabe uma das principais causas na diferença de preço é por conta do ICMS.
Grande parcela de consumidores das regiões do Triângulo, Sul e Sudoeste que residem próximo à divisa com o Estado de São Paulo, inclusive prefeituras, abastecem veículos no vizinho estado.
Então, mais uma vez o eleitorado mineiro foi enganado e pisoteado pelo governador Fernando Pimentel e sua base aliada de apoio, deputados na Assembleia Legislativa. O governador não cumpriu sua promessa, e o que fez foi o inverso. Em vez de abaixar aumentou em 2% o imposto sobre referidos combustíveis. Com isto, vem mais chumbo grosso em cima do consumidor a partir de 1.º de janeiro de 2018 quando entrará em vigor este malfadado aumento.
Certamente vai aumentar ainda mais a evasão de consumidores, em busca de melhores preços. A ganância do governo e de alguns empresários mineiros é a razão dos preços altos. Fazem vistas grossas, como se não soubessem e tomassem como referência o salário mínimo, que em Minas é igual ao do Estado de São Paulo, e a renda per capta dos mineiros é inferior a dos paulistas.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897