Cultura

MAIS UM na multidão

Fernando de Miranda Jorge • 03-03-2021 • 55

Eu sou apenas mais um a lutar contra o improvável axioma “dias melhores para sempre”. Mesmo sendo um ‘bicho’ arredio a muitas coisas, aprendi que conviver é ótimo, mesmo com quem ‘não bate com seu santo’. Um relógio não marca a vida. Quando muito ele divide o tempo em horas, minutos, segundos, décimos...

Escola Doméstica Santa Therezinha

Luiz Carlos Pais • 03-03-2021 • 180

Entre as entidades que prestaram relevantes serviços sociais em São Sebastião do Paraíso, Sudoeste Mineiro, no início dos anos 1930, está a Escola Doméstica Santa Therezinha. Criada pelo pároco da matriz local, monsenhor José Felipe da Silveira, com a finalidade específica de ministrar cursos regulares de costura, bordado...

Monitoramento 24h

Bruno Félix • 24-02-2021 • 8

a vida vai sendo e sendo e ficando assim feito um texto corrido sem pontuação que às vezes até faz sentido mas na maior parte do tempo não talvez um pouco mais difícil feito um poema sem verso sem estrofe sem divisão algo assim sincopado mas não a síncope do coração falo da síncope de um jazzista que já se perdeu...

116 anos de Rotary

Redação • 24-02-2021 • 9

No dia 23 de fevereiro o Rotary completa 116 anos de existência! Neste tempo muitos projetos a comunidade foram desenvolvidos. Teve início em 1905, onde quatro profissionais que gostariam de prestar serviços a comunidade, reuniram-se e colocaram como lema: “Dar de si antes de pensar em si”. Hoje somos 52 mil Rotarianos, 2400 clubes, 1410 municípios e 185 países...

Manhãs de Verão

Redação • 24-02-2021 • 9

ABSURDAMENTE de olhos fechados

Fernando de Miranda Jorge • 24-02-2021 • 9

Para o que deveria denominar-se a arte ou a ciência da organização, direção, administração (de Nações, Estados Federativos) e "Municípios", é outra a realidade. O que acontece hoje nas cidades, quando o concorrente para eleições municipais não é o favorito para os detentores do poder, e vence categoricamente, honestamente, conforme a vontade da opinião pública, pensando em mudanças, os perde-dores fecham os olhos absurdamente. Esquecem-se de que a disputa se encerrou lá na apuração das urnas...

Matadouro Municipal de Paraíso

Luiz Carlos Pais • 24-02-2021 • 488

No dia 15 de janeiro de 1910, foi inaugurado o segundo Matadouro Municipal de São Sebastião do Paraíso, polo cafeeiro do Sudoeste Mineiro. Um evento histórico do início de um período de florescimento da cidade, resultado das bases econômicas consolidadas pela cafeicultura de qualidade e de grande extensão...

“O embate entre os capitães – mores”

Redação • 20-02-2021 • 65

Existia, como ainda existe, em Lavras (MG) uma Praça Grande, hoje toda ajardinada. Os moradores daquele tempo pretenderam construir algumas casas no centro da praça e abrir uma rua. Com a ideia, porém não concordaram alguns capitães-mores, o que levou a ser posta em prova a valentia do célebre Januário Garcia e do capitão Mateus Luiz Garcia, que foi homem de bem e honrado, respeitado e temido...

Badaladas do sino furtado

Luiz Carlos Pais • 17-02-2021 • 472

Em janeiro de 1960, a cidade de São Sebastião do Paraíso, no Sudoeste Mineiro, ficou agitada com a notícia do furto do sino do Colégio Paraisense. O caso ganhou as páginas da imprensa nacional e tornou-se em um mistério policial jamais esclarecido. A peça de bronze, de tamanho médio, era patrimônio cultural da cidade. Durante décadas, pertenceu à Capela de Nossa Senhora do Baú, construída com a autorização do Bispo de São Paulo, no final do século XIX. Após o incêndio que destruiu o modesto templo, em 1942, o pároco da Matriz, monsenhor Mancini, colocou o sino na capela do Ginásio Paraisense, quando esse estabelecimento estava sob a direção dos Irmãos Lassalistas...

Saudade

Redação • 17-02-2021 • 330

PARA ONDE vamos

Fernando de Miranda Jorge • 17-02-2021 • 315

Preciso de um destino, para onde irei. Para seguir meus intentos, quero ir longe. Durante esta longa caminhada, quero contar os animais, as árvores - seus tipos, contar as nuvens, se de dia, os seus formatos. Se de noite, quero curtir as estrelas no céu. Ver a lua e contemplar sua formosura, seu selênico despontar e sua grandeza, e imaginar coisas...

Número um

Manolo D´Aiuto • 17-02-2021 • 61

A Itália, que, olhando de perto é uma nação relativamente pequena, no mundo dos esportes pode se orgulhar de uma longa tradição de vitórias, especialmente em algumas delas. Sem dúvida, o desporto que mais nos deu e continua a alegrar a nossa bandeira é a Esgrima, com todas as suas armas, sabre, espada e, sobretudo, Florete...

Serviço de Impressão 

Bruno Félix • 13-02-2021 • 136

Manacá da Serra

Redação • 13-02-2021 • 63

Livros da Coleção

Redação • 13-02-2021 • 68

O nosso objetivo é apresentar curiosidades relativo a história. A arte culinária não sei, não entendo, nem serei conhecedor. Pois bem, aqui apresentamos dois livros: O primeiro com título: “Doces Mineiros” – Ano 1906. O Segundo: “Culinária Moderna” – Ano 1954. Tudo envelhece! Assim, os livros de “cozinha” e as receitas, também envelhecem. Somente o paladar continua o mesmo...

Direitos e deveres

Redação • 13-02-2021 • 74

Não é hora de culpar políticos ou quem quer que seja. Como cobrar direitos sem antes cumprir os deveres? A situação exige uma grande transformação no comportamento de cada um, não podemos correr o risco enquanto outros insistem no erro, há muitas vidas além da gente...

Oficina de Cinema em Paraíso

Redação • 13-02-2021 • 51

Primeira empresa telefônica de Paraíso

Luiz Carlos Pais • 10-02-2021 • 836

A história da primeira empresa telefônica de São Sebastião do Paraíso, Sudoeste Mineiro, começou em 16 de setembro de 1907, quando a Câmara Municipal aprovou um requerimento assinado por Damião Buson e João Braia, solicitando o direito de privilégio para a exploração do serviço...

A flecha do SUL

Manolo D´Aiuto • 10-02-2021 • 49

Poucas pessoas no mundo foram, primeiro a nível desportivo e depois a nível profissional, capazes de obter grandes sucessos em ambos os domínios, entre estes, certamente está Pietro Mennea, o fenomenal velocista italiano, capaz de bater todos os recordes em a pista e alcançar uma carreira fabulosa depois de pendurar os sapatos. Tive o prazer de conhecer Mennea durante uma conferência sobre desporto, onde ele, Euro MP e advogado, defendeu o desporto e os direitos dos desportistas...

Carnaval

Redação • 10-02-2021 • 40

QUANDO o carnaval chegar

Fernando de Miranda Jorge • 10-02-2021 • 41

Eu quero estar junto a ti. Quando o carnaval chegar, eu quero reviver outros carnavais. Lembro-me de vários e de muitos acontecimentos bons e ruins, de pessoas, de amigos e amigas. Eu não gosto de Carnaval em si, nunca gostei, mas havia coisas boas de ver, como os desfiles das Escolas de Samba da primeira divisão grupo especial, atração à parte...

Falta alegria em nossa vida

Redação • 06-02-2021 • 45

Meus Deus, como estamos chatos, dei-me conta outro dia. Muitas vezes com razão. Custo de vida, o desemprego, pandemia, violência, súbita falsidade de alguém em quem confiávamos tanto, a pouca a autoridade das autoridades, e a nossa própria indecisão. As rápidas mudanças na sociedade, os valores que precisam ser mudados, outros tentando impor a anarquia quando a gente devia era renovar, não bagunçar...

Operário Esporte Clube

Luiz Carlos Pais • 03-02-2021 • 971

No dia 1 de maio de 1946, no clima esperançoso da redemocratização política do país, após a Era Vargas (1939-1945), um grupo de moradores da Mocoquinha fundou o Operário Esporte Clube, tradicional equipe de futebol de São Sebastião do Paraíso, Sudoeste Mineiro. A data de criação do clube foi escolhida para expressar um símbolo compartilhado pelos fundadores...

TODO MUNDO é igual (Repaginado)

Fernando de Miranda Jorge • 03-02-2021 • 46

Conversa! Não precisa nem sair do lugar. Como? Todo mundo é igual? Nem pensar... De onde tiraram essa ideia. Mas, cada qual é cada um. Entretanto, acho que a afirmação só tem sentido se assim fosse: “Sentimento, todo mundo esconde”. Sofrimento, todo mundo tem. Solidão, todo mundo tem um momento. Pensamento, todo mundo esconde o seu. Tempo, todo mundo luta contra ele. Todo mundo é igual quando sente dor e perante a lei. E todo mundo é igual, sendo diferente. Todo mundo tem uma pessoa...

Felicidade

Redação • 03-02-2021 • 41

A Guerra dos Pratos

Redação • 30-01-2021 • 54

Amarguei por antecipação o adeus às primeiras alegrias, os meus brinquedos, meu pônei, pois morava no bairro rural e ia para o São José, de Batatais, o grande colégio de internato na época. Como no romance autobiográfico “O Ateneu”, de Raul Pompéia, também senti as palavras de meu pai: “Vais encontrar o mundo, coragem para a luta”...

Livio Berruti, o professor voador

Manolo D´Aiuto • 27-01-2021 • 89

As Olimpíadas de 1960, ainda hoje para muitos, foram as mais belas e evocativas já organizadas. O magnífico cenário que Roma foi capaz de oferecer aos fãs de todo o mundo ainda hoje permanece na memória de todos. Essas Olimpíadas foram marcadas pelas atuações de grandes atletas que se tornarão as futuras estrelas do Olympus Sports como os boxeadores Cassius Clay e Nino Benvenuti...

Bom dia, natureza (II)

Fernando de Miranda Jorge • 27-01-2021 • 78

Aqueles que contemplam a beleza da terra encontram reservas de força enquanto a vida durar. “Quando as aves falam com as pedras e as rãs com as águas – é de poesia que estão falando”. (Manuel de Barros) O meu bom dia de hoje, de agora, refletindo sobre o estado pandêmico, vai para onde estou: Pontal de Escarpas – Capitólio – Minas Gerais. Os dias aqui, ainda que sejam duros e desanimadores lá, bem pra lá, longe daqui, não podem suprimir a beleza da natureza que independe do humor e da atividade humana...

Partida do padre Sampaio

Luiz Carlos Pais • 27-01-2021 • 73

Entre as entidades que prestaram relevantes serviços sociais voluntários em São Sebastião do Paraíso, Sudoeste Mineiro, em meados do século XX, estavam as Irmãs Missionárias de Jesus Crucificado. Esta crônica reverencia a memória dessas religiosas que assumiram a direção do extinto Instituto Jesus Crucificado, fundado pelo monsenhor Felipe, no início dos anos 1930, para amparar meninas órfãs e carentes. A princípio, a entidade funcionou numa casa construída numa chácara nas cercanias da cidade, cedida por um fazendeiro. A partir do núcleo missionário então existente em Pouso Alegre, monsenhor Felipe se empenhou para que as religiosas assumissem a direção do orfanato...

Música é beleza, sensibilidade, emoção

Conceição Ferreira Borges • 23-01-2021 • 156

Clarindo Anacleto de Pádua Neto é maestro, compositor, cantor, seresteiro entre várias modalidades musicais. A musicalidade é vibrante em sua personalidade. Filho do importante ruralista, Gilberto de Pádua Paula e da professora Maria Rosária Pádua. Sua formação acadêmica, Matemática e Educação Musical...