Cultura

Mudança de rumo

Fernando de Miranda Jorge • 16-01-2020 • 39

"Quando estamos em um lugar que nos desagrada e nos provoca algum incômodo, a solução mais lógica é deixarmos este local. Quando pretendemos chegar a uma cidade ao norte e pegamos uma estrada ao sul, precisamos fazer uma conversão para alcançar o rumo certo. Refletir sobre nossos atos e caminhos pelos quais temos feito, já será um bom começo para mudança de rumo"...

AMIGO...

Redação • 15-01-2020 • 36

Decreto do Governo de Minas Gerais legitima incentivo fiscal à cultura

Roberto Nogueira • 11-01-2020 • 300

Desde o dia 1º de janeiro, empresas que investem em projetos culturais têm garantia de isenção de ICMS; contrapartida gera reflexo positivo na economia. O fomento à cultura por meio da captação de recursos ganhou mais um capítulo importante com decreto publicado pelo Governo de Minas, no Diário Oficial...

Lições de vida

Ely VIeitez Lisboa • 11-01-2020 • 69

Assisti recentemente a um filme despretensioso, chamado A Professora do Jardim de Infância. Com Maggie Gylenhaal, tendo no elenco o excelente Gaal Garcia Bernal. É a história de uma professora que descobre entre seus aluninhos, um poeta de seis anos. Ela é encantada por poesia, tenta escrever poemas e quando faz a descoberta do pequeno gênio, fica fascinada...

O maior espetáculo da Terra

Redação • 11-01-2020 • 67

Depois de curtirmos o Natal, Congadas e Ano Novo, agora preparamos para Carnaval. Agitação para alguns e descanso para outros. No início não era Carnaval. Discutem suas origens os historiadores, teóricos e palpite-iros. Mas vamos direto ao assunto. Por duas rotas chegou o Carnaval ao Brasil. A primeira partindo da África, com seus cantos e suas danças trouxeram inconscientemente a semente do Carnaval. A outra, europeia de Portugal, o Entrudo, que consistia em jogar de tudo...

Asilo São Vicente de Paulo

Redação • 11-01-2020 • 67

Lar dos idosos, abrigo acolhedor para homens e mulheres afastados do convívio familiar. Várias histórias, na maioria das vezes o final é o mesmo. O abandono fere a alma, tornando-se o maior sofrimento do ser humano. Dedique alguns minutos do seu lazer aos internos! Ouça suas histórias, amanhã alguém vai ouvir a sua. Que eu também me compadeça e o meu olhar se estenda aos que se encontram esquecidos nos asilos. Que eu leve esperança, um gesto de carinho, console...

Futuro...

Redação • 10-01-2020 • 135

Existem outras coisas mais

Fernando de Miranda Jorge • 08-01-2020 • 117

"Ainda bem que sempre existe outro dia. E outros sonhos. E outros risos. E outras pessoas. E outras coisas". Ainda bem que existiu, e existe na memória, a escritora e jornalista naturalizada brasileira Clarice Lispector, para nos ensinar que não existem meios termos: ou tudo, ou nada. Existem pessoas inteiras. Pessoas vazias são chatas... Outras coisas... Vivemos um mundo mais complexo do que queremos. Do que precisamos. Onde sobra informação e falta tempo para decifrarmos....

O bem maior

Redação • 04-01-2020 • 167

Erotismo e Pornografia

Ely VIeitez Lisboa • 04-01-2020 • 122

A definição clássica de erotismo é o estímulo sexual sem apresentar o sexo de forma explícita, que é o que diferencia de pornografia. Ele designa não apenas um estado de excitação sexual, mas também a excitação sexual, mas também a exal-tação do sexo nas artes, na literatura, na pintura. O erotismo é sinônimo de vida, é delicado, poético. O termo vem de Eros, o deus grego do amor e do desejo, conhecido na mitologia romana como Cupido. Uma das lendas mais belas do deus do Amor...

Tortura moderna

Ely VIeitez Lisboa • 28-12-2019 • 116

O exame chama-se Ressonância Magnética. É uma experiência trágica, da qual jamais se esquece. Um pesadelo.  O paciente, após preencher um formulário com dezenas de perguntas minuciosas, assina como responsável, caso algo lhe aconteça. Dirige-se para uma sala branca e fria, não pode usar nada de metal (anéis, relógio, até grampo de cabelo)...

Para onde a gente vai

Fernando de Miranda Jorge • 28-12-2019 • 121

Preciso de um destino, para onde irei. Para seguir meus intentos, quero ir longe. Durante esta longa caminhada, quero contar os animais, as árvores - seus tipos, contar as nuvens, se de dia, os seus formatos. Se de noite, quero curtir as estrelas no céu. Ver a lua e contemplar sua formosura, seu selêncio despontar e sua grandeza, e imaginar coisas... Sonhar sonhos de outro planeta. Se de dia, o Sol queima, mas traz luz para o caminho para onde vamos. E vamos longe...

Palavras ao Deus Menino

Ely VIeitez Lisboa • 23-12-2019 • 376

Ah, Jesus Cristinho, dia 25 será teu aniversário. Vê como as ruas estão aparentemente alegres, muito coloridas. Nas casas do alto da cidade há arranjos de luzes nos jardins suntuosos. Dentro das mansões, grande é o movimento, compras foram feitas, sofisticados menus são preparados. Em nome da união das famílias comer-se-á, beber-se-á em demasia, brinquedos caríssimos serão dados a crianças fortes, bem fornidas, enfastiadas de tantas guloseimas...

Bodas de Ouro de casamento

Fernando de Miranda Jorge • 18-12-2019 • 301

"É a comemoração dos cinquenta anos de casamento. Nesta data tornou-se normal o casal, com cinquenta anos ininterruptos de enlace, festejar o aniversário da união e renovar as promessas feitas após a oficialização. Para cada aniversário foi associado um material e seu nome passou a representar esta data". Além das conhecidas "Bodas de Ouro e de Prata, há uma infinidade de outros nomes que representam os anos de casamento, ano a ano, culminando com as de setenta...

Natal…

Redação • 18-12-2019 • 303

Amargo pesadelo

Ely VIeitez Lisboa • 14-12-2019 • 306

Um filme, como um texto literário, pode ser lido como um discurso, em vários níveis. Quando é de má qualidade, raso, apenas narra uma história. Ao contrário, quando é arte verdadeira, são narrativas literárias visuais, têm um contexto rico, mensagens inteligentes, profundas, podem ser analisados como um grande texto. O filme é famoso: "Amargo Pesadelo", de 1972. Com Jon Voight, Burt Reynolds, sob a direção de John Boorman. Muito premiado, sempre atual...

Você está buscando o quê?

Fernando de Miranda Jorge • 11-12-2019 • 387

“Eu”: não faço o que quero, assim posso fazer o que prefiro. E “você”? Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os outros como eles são, nós pegaríamos nossos mesmos problemas de volta. É, ou não é? Assim, estamos buscando o quê? Nossas vontades, preferências, ou a busca para a solução dos nossos problemas?...

"Na manjedoura", uma crônica de Clarice Lispector para o Natal

João Oliveira • 10-12-2019 • 581

Na manjedoura estava calmo e bom. Era de tardinha, ainda não se via a estrela. Por enquanto o nascimento era só de família. Os outros sentiam, mas ninguém via. Na tarde já escurecida, na palha cor de ouro, tenro como um cordeiro refulgia o menino, tenro como o nosso filho. Bem de perto, uma cara de boi e outra de jumento olhavam, e esquentavam o ar com o hálito do corpo. Era depois do parto e tudo úmido repousava, tudo úmido e morno respirava. Maria descansava o corpo...

O Trágico Adeus

Ely VIeitez Lisboa • 10-12-2019 • 629

Despedida é sempre algo trágico. Como uma perda sem volta. Eles vieram para ficar conosco por pouco tempo. Seus donos, Bia e Antônio, pessoas queridas, iam se mudar de Boa Vista, em Roraima, para Porto Seguro, na Bahia. Os bichinhos, duas cachorras, três gatas e um galo ficariam conosco até eles alugarem uma casa e preparar alojamento adequado para todos. E assim aconteceu. Chegaram, de avião, em caixas especiais. Acostumaram-se rapidamente. Só que a demora foi...

Campanha de Natal Acissp irá sortear mais de R$ 22 mil em Prêmios

João Oliveira • 05-12-2019 • 732

A Campanha de Natal Acissp já está acontecendo, e este ano deve fazer 86 pessoas muitos felizes. Além de uma moto zero quilometro, que será sorteada em 11 de janeiro de 2020, a Acissp também irá sortear 85 vales-compra com valores entre R$ 130 e R$ 1 mil. Juntos, os prêmios totalizam mais de R$ 22 mil. Além disto, a partir deste sábado (7/12), o comércio passa a atender em horários especiais para que ninguém perca a oportunidade de participar da campanha....

Quando Dezembro chegar

Fernando de Miranda Jorge • 04-12-2019 • 551

Quero estar preparado para fazer as minhas promessas de uma vida mais saudável. Correr menos, agarrar menos e deixar a vida me levar. Quando dezembro chegar, quero programar com planejamento, tudo no mês de festas e, a partir do primeiro dia do ano novo, recomeçar. Ser outra pessoa, comigo e com os outros. Mas antes, ainda no último mês do ano, quero participar ativamente das festas, porque em dezembro, só festividades ou a preparação para elas: antes e depois....

Academia Paraisense de Cultura “A música, divina música”

Conceição Ferreira Borges • 30-11-2019 • 863

O Dia do Músico é comemorado em 22 de novembro, em homenagem a Santa Cecília, padroeira dos músicos. Na noite de 6 de novembro foi realizada belíssima homenagem a músicos que brilharam com seus talentos e emoções, em nossa cidade.A mesa foi composta pelos acadêmicos, presidente André Luiz Mirhib Cruvinel, secretário Clarindo Anacleto de Pádua Neto, tesoureiro Rômulo Aguiar Generoso, e a educadora  Nilma Borges Pimenta... 

Direito de errar

Fernando de Miranda Jorge • 29-11-2019 • 772

É sempre mais fácil achar que a culpa é do outro. Evita o aperto de mão de um possível aliado. Convence as paredes do quarto e dorme tranquilo, sabendo, no fundo do peito, que não era nada daquilo... É como na "Prece de Experiência": ensina-me a pensar no outro e ajudá-lo, sem jamais me impor sobre eles, mesmo considerando, com modéstia, a sabedoria que acumulei e que penso ser uma lástima não passar adiante...

Mude…

Redação • 28-11-2019 • 596

Editais “Minas de Culturas Populares” vão investir R$ 2,5 milhões em projetos culturais

Redação • 27-11-2019 • 616

As mais diversas formas de expressão da cultura popular mineira ganham mais reconhecimento e fomento por parte da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult). Neste fim de semana a pasta lançou, em Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, os três editais “Minas de Culturas Populares”, com inscrição disponível a partir desta segunda-feira (25/11). Juntos, eles representam um investimento...

A fábula das aptidões

Ely VIeitez Lisboa • 23-11-2019 • 679

A Fábula é um gênero literário aparentemente simples, um apólogo ou uma narrativa alegórica em prosa ou em verso, da qual se tira uma lição de moral. Esopo (grego, VI a.C) e Fedro (latino, 15 a.C.- 50 d.C.) foram recriados magistralmente, em verso, pelo imortal La Fontaine. Há quem, de forma inocente, ache que a Fábula é um gênero literário infanto-juvenil, historinhas para criança. Ledo engano! Mesmo que as personagens...

Avanço na era da informação

Fernando de Miranda Jorge • 22-11-2019 • 854

A era da informação trata-se de um período inaugurado no final do século XX, referente à dinamização da tecnologia da informação pelo mundo. A era da informação, ou era digital, é um termo utilizado com frequência para designar o avanço da tecnologia advinda da Terceira Revolução Industrial e que reproduziu, na difusão de um ciberespaço, um meio de comunicação informatizada e pela Internet...

As famílias,

Redação • 19-11-2019 • 1181

Brigagão e Alcântara, profundo respeito e gratidão  sempre serão poucos, diante do muito que recebi! Tornar-me acadêmico, em um momento importante de minha vida. Participar das reuniões e sodalícios da Academia Paraisense de Cultura como membro efetivo cadeira número trinta do saudoso irmão de alma, Antônio Carlos Pinheiro de Alcântara, sucessor de Pedro Alcântara, é bem mais do que privilégio, é uma honra...

Leia Mulheres: O peso do pássaro morto de Aline Bei será próxima obra discutida

João Oliveira • 18-11-2019 • 1112

O clube Leia Mulheres de São Sebastião do Paraíso irá discutir em seu próximo encontro a obra "O peso do pássaro morto", da autora brasileira Aline Bei. Livro de estreia, Aline chegou a ganhar o prêmio São Paulo de Literatura na categoria melhor livro do ano de 2018 e, deste então, a obra vem ganhando repercussão, tornando-se sucesso de público e crítica.  O encontro acontece no próximo dia 14 de dezembro...

A hora íntima

Ely VIeitez Lisboa • 16-11-2019 • 1118

Há textos que parecem ter vida própria. Fazem parte do nosso Inconsciente e, de repente, nos vêm e nos possuem com uma força da qual não conseguimos fugir. Eles surgem nos sonhos, nas vigílias, ou, simplesmente aparecem como ondas repetidas, que voltam sempre, inexoravelmente. Aconteceu com o poema  A Hora Íntima, de Vinícius de Moraes, que me fez uma visita da qual não consegui escapar...