AUTOATENDIMENTO

Cresce operações de autoatendimento da Rede Tonin

Lançado há dois anos, em meio à pandemia, self checkout vem ganhando mais adeptos, chegando a representar 20% em algumas lojas
Por: Redação | Categoria: Comércio | 20-04-2022 09:22 | 944
Foto: Reprodução

Lançado no primeiro trimestre de 2020, o self checkout, tecnologia que incentiva o autoatendimento e torna o ato de pagar por compras nos supermercados mais rápido e fácil para os consumidores, vem ganhando cada dia mais adeptos na Rede Tonin. À disposição dos clientes em nove lojas, o sistema teve início com um grande apelo: o de evitar o contato entre as pessoas, já que estávamos em meio à pandemia da covid 19.

De acordo com Cleide Prates, gestora da Comunicação Estratégica da empresa, os clientes gostaram da experiência e mesmo após o relaxamento das restrições impostas durante o período pandêmico, a adesão vem crescendo. “O selfcheckout é uma solução que favorece a conveniência da operação, aprimorando a experiência de compra. Trata-se da tecnologia ideal para substituir e modernizar e agilizar o processo de frente de caixa. Observamos que no início apenas pessoas que faziam compras menores utilizavam, mas hoje já estamos estruturados e percebemos que mesmo quem faz compras maiores (até nas lojas cash and carry) têm utilizado bastante. O autoatendimento é fundamental para suprir as necessidades dos consumidores que precisam fazer suas compras de forma rápida e prática. Pretendemos, em breve, oferecer em todas as nossas 18 lojas”, explica.

Segundo o estudo “The State of Self-Checkout Experiences” de 2021, 85% dos consumidores americanos acham o self checkout mais rápido que a fila de atendimento convencional. Além disso, se um estabelecimento oferecer as duas opções, 60% dos consumidores escolheriam o self checkout. Apenas nos Estados Unidos, cerca de 79% dos consumidores pretendem continuar ou mesmo aumentar o uso do self checkout no mercado, após a pandemia. Os dados são da consultoria McKinsey.

Em nosso país, de acordo com o estudo da Croma Marketing Solutions, publicado na revista Mercado & Consumo, 60,4% dos brasileiros preferem o self checkout. Entre os motivos citados, os consumidores apontaram que o método oferece maior conveniência, favorecendo uma experiência autoral no ato da compra.

PASSO-A-PASSO DO SELF CHECKOUT
O cliente coloca a cesta de compras no terminal;
Os códigos de barras são registrados por meio dos scanners;
Uma tela exibe os itens escaneados para que o cliente confira.
O cliente fecha a compra e faz o pagamento via cartão de crédito ou débito,
Ao fim da operação é emitida a NFCe (Nota Fiscal de Consumidor eletrônica).
Para os produtos que não têm código de barras, como verduras, frutas e legumes, o sistema de autoatendimento possui uma opção de balança própria (No Tonin até 120 kg), com uma tela intuitiva que apresenta as fotos dos produtos para facilitar a pesquisa do consumidor.