ESPAÇO SAÚDE

Aumento do ácido úrico (hiperuricemia)

Por: Redação | Categoria: Saúde | 15-06-2022 09:52 | 123
Dra Leticia de Oliveira Médica Nefrologista e  Clínica Médica Lucano Clínicas
Dra Leticia de Oliveira Médica Nefrologista e Clínica Médica Lucano Clínicas Foto: Arquivo

Em homens valores acima de 7 e mulheres acima de 6 são considerados alterados, elevados.

Pessoas com problemas renais ou que ingerem doses altas de proteínas podem ter dificuldade em eliminar o ácido úrico, permitindo o seu acúmulo nas articulações, tendões e rins.

O ácido úrico é naturalmente produzido pelo organismo humano e é o resultado da quebra de moléculas de purina - proteína contida em muitos alimentos.

Depois de acontecer a degradação, parte dele permanece no sangue, enquanto o restante é eliminado pelos rins.

O aumento do ácido úrico no sangue pode levar a: Crises de gota (dor, inchaço e vermelhidão de articulações). Pedra nos rins por ácido úrico. Problemas renais por excesso de ácido úrico (nefropatia) aguda ou crônica.

Causas para aumento do ácido úrico: Excesso produção de urato: bebidas alcoólicas, bebidas açucaradas, dieta rica em purinas, síndromes mieloproliferativas (neoplasias), obesidade.

Redução da eliminação renal: intoxicação por chumbo, pré eclampsia, acidoses, hiperparatireoidismo, diuréticos tiazídicos (hidroclorotiazida) e de alça (furosemida), inibidores de calcineurina.

Redução da eliminação pelo trato gastrointestinal, por doenças inflamatórias ou cirurgias.

É uma alteração mais comum em homens ou mulheres após a menopausa.

Dentre as pessoas com ácido úrico alto apenas 1/3 vão desenvolver sintomas de dores articulares (crise de gota).

E como tratar esse aumento?

O tratamento da hiperuricemia depende da gravidade e dos sintomas os dos níveis sanguíneos desse metabólito. Em casos moderados e que estejam relacionados com o excesso da ingestão de proteínas, é necessário realizar um ajuste de dieta e nisso inclui uma redução de alimentos com alto teor proteico. Em casos mais graves, em que haja o comprometimento das articulações e desenvolvimento de crise de gota, ou valores muito aumentados nos exames, pode ser necessário a utilização de alguns medicamentos.

Medidas alimentares que podem ser adotadas: Beba bastante água para ajudar o organismo a eliminar o ácido úrico; Prefira os alimentos não industrializados; adote uma dieta saudável, rica em frutas, verduras, leite e derivados; Evite o consumo de bebidas alcoólicas, especialmente de cerveja que é rica em purina.

Alimentos que devem ser evitados: extrato de carne, coração, fígado, rins, miolos; vitela, carneiro, cabrito; bacon, frios, embutidos em geral; peixes e frutos do mar: arenque, anchovas, bacalhau, sardinha, salmão, mexilhão, camarão, ostras, lagosta, caranguejo, ovas de peixe; aves: galeto, peru, perdiz, pombo, ganso; bebidas alcoólicas.

Alimentos que devem ser consumidos com moderação: carne bovina: 100 g / dia (exemplo: alcatra, coxão mole e duro, patinho); frango sem pele: 120 g / dia; peixe: 100 g / dia (exceto os citados no 1.º grupo): pescada, merluza; leguminosas como feijão, ervilha, grão-de-bico, lentilha: 1/2 xícara, 1 vez ao dia; aspargos, cogumelos, espinafre, couve-flor; margarina, manteiga; chocolate.

Alimentos que podem ser consumidos sem restrições por quem tem ácido úrico alto: frutas, suco de frutas; café, leite desnatado, queijo Minas frescal, iogurte desnatado; arroz, massas, pães, biscoitos, cereais; verduras e legumes (exceto os citados anteriormente); nozes; azeite, azeitona; pipoca; óleos.

Medicamentos que ajudam no combate ao ácido úrico alto são a Losartana e os Fibratos e o tratamento é feito com reeducação alimentar, atividade física, perda de peso e Alopurinol.

Cuidado aos que têm problemas renais pois a dose da medicação deve ser ajustada!

Visite regularmente seu médico de confiança. Se cuidem.

Dra Leticia de Oliveira
Nefrologia e Clínica Médica
Atendimentos presenciais, telemedicina, visitas
domiciliares e MAPA 24 h.

Redes sociais:
@draleticianefro

(Instagram)
Dra Leticia de Oliveira Nefrologia e Clínica Médica

(Facebook)
Lucano Clínicas

Rua Tenente José Joaquim, 555 - Centro - São Sebastião do Paraíso - Minas Gerais

Telefones: (35) 35312607, 3531-4723 e 99962-8084