FURTO

Mulher furta lojas de roupas no centro de Paraíso e acaba presa

Ação da autora foi registrada pela câmera de segurança de um dos estabelecimentos comerciais
Por: Ralph Diniz | Categoria: Polícia | 28-02-2024 09:15 | 2072
Mulher se aproveita de momento em que funcionária vai buscar copo d
Mulher se aproveita de momento em que funcionária vai buscar copo d"água para furtar calça de loja Foto: Divulgação

Uma mulher de 52 anos foi presa na tarde de segunda-feira, 26, depois de furtar algumas peças de roupas de pelo menos duas lojas situadas na região central de São Sebastião do Paraíso. A autora chegou a ser flagrada por uma câmera de segurança de um dos estabelecimentos comerciais.

No início daquela tarde, a mulher entrou em uma loja e pediu para a atendente lhe mostrar algumas roupas. Enquanto a funcionária procurava peças, a autora pegou um vestido, o dobrou, e, de forma disfarçada, o colocou dentro de sua bolsa.

Em seguida, a mulher pediu um copo d"água para a funcionária da loja, alegando que precisava tomar uma medicação. Enquanto a vítima se agastou para atender àquela solicitação, a autora aproveitou para furtar uma calça. Em seguida, ela deixa a loja sem levar nada. Toda a ação foi registrada por uma câmera de segurança. Pouco depois, a mulher se dirigiu até outra loja, na rua Pimenta de Pádua, onde agiu de forma semelhante, furtando um short e uma camiseta.

Ao perceber a ação criminosa, uma das vítimas entrou em contato com agentes da Guarda Civil Municipal que atuam CASSP, próximo à praça Comendador José Honório. Enquanto a pessoa passava as informações para a GCM, a autora passou por eles, sendo reconhecida. Naquele momento, ela foi abordada e conduzida até o posto de apoio do 43º Batalhão de Polícia Militar.

A mulher foi presa em flagrante delito e conduzida até a 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Paraíso, onde as medidas cabíveis foram tomadas. Em diálogo com os policiais, a autora declarou que teve um surto momentâneo e que tinha dinheiro para comprar suas roupas. Os proprietários das lojas furtadas foram até o local e reconheceram a autora. As peças de roupas foram devolvidas aos empresários.