CARRINHOS

Projeto propõe uso de carrinhos de compras adaptados para cadeirantes

Por: Redação | Categoria: Política | 22-06-2022 10:23 | 456
Vereador Antônio César Picirilo
Vereador Antônio César Picirilo Foto: Reprodução

O vereador Antônio César Picirilo é autor de projeto de lei que institui no município de São Sebastião do Paraíso, o uso de carrinhos de compras, em supermercados e hipermercados, adaptados para atender às necessidades de cadeirantes”.

De acordo com a proposta de Toninho Picirilo, “supermercados e hipermercados, instalados no Município deverão disponibilizar, no mínimo, 5% dos carrinhos de compras adaptado para atender às necessidades de portadores de deficiência física ou de mobilidade reduzida - cadeirantes.

“Estes carrinhos deverão estar devidamente adaptados para uso exclusivo dos cadeirantes, devendo ter, no mínimo, rodas para deslocamento e espaço para colocar as compras.

Minha proposta “tem por objetivo assegurar e promover em condições de igualdade o exercício dos direitos e liberdades fundamentais das pessoas com deficiência, visando à inclusão social e a cidadania, conforme prevê o artigo 1º do Estatuto da Pessoas com Deficiência, que estabelece normas e critérios para promover a acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida cadeirantes. Isso significa dar a essas pessoas condições para alcançarem e utilizarem, com segurança e autonomia, de espaços, mobiliários, equipamentos urbanos, edificações, transportes, informações e comunicações”, explica Toninho Picirilo.

Ele acrescenta que “para isso a lei prevê a eliminação de barreiras e obstáculos que limitem ou impeçam o acesso, a liberdade de movimento e a circulação com segurança dessas pessoas.

O vereador ressalta que o número de cadeirantes em São Sebastião do Paraíso é significativo, e todos merecem ter o serviço e produtos que o atendam às suas necessidades. Esses carrinhos já deveriam estar nos supermercados.

Desenvolver medidas que promovam a adaptação dessas pessoas ao nosso meio deve e precisa fazer parte da civilidade social do nosso Município”, enfatiza.