MAIORES CUIDADOS

Praça Zumbi dos Palmares, arrancaram a placa e o banco está quebrado

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Cidades | 18-11-2023 12:54 | 1460
Praça Zumbi dos Palmares, na Vila Sta. Maria, está com o banco de assento quebrado, e vândalo ou preconceituoso arrancaram a placa de ferro que tem o nome da Praça
Praça Zumbi dos Palmares, na Vila Sta. Maria, está com o banco de assento quebrado, e vândalo ou preconceituoso arrancaram a placa de ferro que tem o nome da Praça Foto: Tadeuzinho

Nesta segunda-feira dia 20 de novembro é comemorado no Brasil, o Dia da Consciência Negra, em homenagem a Zumbi dos Palmares, um dos grandes nomes da história do Brasil. Ele foi um dos líderes do Quilombo dos Palmares, o maior e mais longevo quilombo da história do nosso País.

Zumbi assumiu a liderança do Quilombo em 1678 e resistiu durante quase 20 anos contra as investidas dos portugueses. Foi morto após ter seu esconderijo denunciado, no dia 20 de novembro 1695.

Zumbi é atualmente um dos grandes símbolos da luta dos negros e dos africanos contra a escravidão no Brasil. Sua memória também é utilizada nos dias de hoje, como símbolo de luta dos negros contra o “racismo presente na sociedade brasileira, infelizmente”. 

Por toda sua destemida luta contra a escravidão e o racismo contra negros, foi homenageado em São Sebastião do Paraíso, dando o seu no nome Zumbi dos Palmares, a uma praça que fica localizada num bairro tradicional dentro do perímetro urbano da Cidade dos Ipês e Cafés Finos, denominado Vila Santa Maria. 

Recebendo algumas justas denúncias, a reportagem do Jornal do Sudoeste foi até a Praça Zumbi dos Palmares, e verificou que aquele logradouro público municipal está precisando receber maiores cuidados. Está com banco de assento quebrado e a mureta onde deveria estar a placa da denominação da praça, desapareceu. Foi arrancada. Há informações que alguém a teria guardado.

Então admiradores de Zumbir dos Palmares pedem para que a Prefeitura mande consertar o banco de assento que está quebrado e recolocar (caso realmente alguém a tenha guardado), ou providenciar nova placa em homenagem ao grande herói lutador contra a escravidão e racismo contra negros no Brasil.