NOTIFICAÇÕES

Aumenta o número de notificações de dengue em Paraíso

Segundo dados da Prefeitura, 13 pessoas testaram positivo para a doença na última semana. Vigilância em Saúde deixa alerta para quem vai viajar no carnaval
Por: Ralph Diniz | Categoria: Cidades | 10-02-2024 06:22 | 963
Foto: Reprodunção Rede Sociais

Apesar de ser considerada “sob controle” e estar em melhor situação do que em relação a outros municípios vizinhos, a dengue em São Sebastião do Paraíso apresentou alta em seus números na última semana epidemiológica. Segundo dados da prefeitura, 13 pessoas testaram positivo para doença nos últimos sete dias.

De acordo com dados do Departamento de Vigilância em Saúde atualizados na última semana, o município tem registrado 145 casos suspeitos de dengue, que são aqueles em que os populares procuram o sistema de saúde com sintomas semelhantes aos da doença. Destas, 29 pessoas testaram positivo para a doença, 27 tiveram a suspeita descartada e 89 estão aguardando o resultado de exames laboratoriais. Em relação à semana anterior, eram 16 casos positivos.

Luciano Santana, coordenador do Departamento de Controle de Zoonoses, vê aumento dos casos com preocupação e declara que a equipe de combate a endemias não tem medido esforços para manter o controle e conter o avanço do aedes aegypt em Paraíso. Conforme explica, a maioria das notificações está concentrada nos bairros Vila Formosa e no Centro. “Continuamos visitando as casas de todos os bairros, procurando por possíveis focos do mosquito nos quintais. Os imóveis que estão em locais com alto índice de infestação estão sendo pulverizados com a permetrina, para eliminar as fêmeas no Aedes. As escolas continuarão sendo pulverizadas neste final de semana. Também continuamos com os mutirões nos bairros da cidade, aos sábados”, lembra.

Ainda de acordo com Santana, é necessário que a população tome algumas precauções neste período de carnaval, principalmente as pessoas que viajarão para outras localidades. “Pedimos para que elas olhem os seus quintais antes de sair e elimine qualquer possível acúmulo de água que exista. Já durante o passeio, é importante usar repelente o tempo todo, principalmente para que não seja infectado pelo vírus nas cidades e voltem doentes para cá. Se isso acontecer, eles podem ser picados por um mosquito sadio aqui, infectar o Aedes e transmitir a dengue para inúmeras pessoas”, alerta o servidor.