EDUCAÇÃO

Paraíso terá novos cursos da Unimontes através da Universidade Aberta do Brasil

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Educação | 13-04-2022 10:16 | 924
Unimontes terá mais de duas mil vagas para cursos EaD em 41 polos, inclusive em Paraís
Unimontes terá mais de duas mil vagas para cursos EaD em 41 polos, inclusive em Paraís Foto: Divulgação

São Sebastião do Paraíso está entre as 41 localidades onde a Unimontes (Universidade de Montes Claros) deverá implantar novos cursos e especializações através da Universidade Aberta do Brasil. A instituição foi selecionada para oferecer 2,1 mil vagas nos polos espalhados pelo interior de Minas Gerais. O resultado da seleção foi divulgado pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura), confirmando o preliminar que já havia sido alcançado pela Uni-montes na última semana de março.

A Unimontes está entre as duas instituições mineiras com o limite máximo de vagas no novo edital da Capes para a UAB. Agora o Centro de Educação a Distância da Unimontes (Cead) trabalha na perspectiva de oferecer, em breve, novos cursos gratuitos de licenciaturas e especializações como parte do programa Universidade Aberta do Brasil (UAB). Isso porque a instituição está entre as selecionadas pelo Edital 9/2022, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação (MEC), para disponibilizar oito novas graduações/licenciaturas e quatro pós-graduações lato sensu em todas as macrorregiões do estado.

A abrangência da proposta aprovada para o Cead/Unimontes se destaca pelo atendimento a polos de 41 municípios de todas as macrorregiões mineiras. O atendimento contempla o Alto Paranaíba, Central, Centro-Oeste, Jequitinhonha-Mucuri, Zona da Mata, Noroeste, Norte, Rio Doce, Sul de Minas e Triângulo. São Sebastião do Paraíso é a única cidade do Sudoeste de Minas onde os novos cursos  deverão ser implantados, onde já existe um polo de apoio presencial.

Os cursos de graduação relacionados para a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) oferecidos neste novo edital são Ciências Biológicas, Educação Física, Geografia, História, Letras/Inglês, Letras/Português, Matemática e Pedagogia. Já as especializações são nas áreas de "Alfabetização e Multiletramentos", "Educação a Distância", "Educação Especial Inclusiva" e "Gestão Educacional".

O processo de articulação para disponibilizar os cursos seguiu a orientação da Capes, em parceria com o Fórum Estadual de Coordenadores dos Polos UAB, que recebeu as demandas dos municípios. Em reunião deliberativa, foi organizada uma planilha identificando a distribuição de acordo com as demandas apresentadas ao fórum, seguindo os critérios de aptidão do respectivo pólo, estrutura física adequada e mobilização para que os candidatos se apresentem para participar do processo seletivo.

De acordo com as coordenadoras do Cead, o MEC, por meio da DED/CAPES, organizou as 136 instituições de ensino superior do país em seis grupos, considerando critérios como a expertise da instituição em EaD, a qualidade dos cursos em avaliações oficiais, o histórico de cursos oferecidos e o quantitativo de graduados. E com base nestes grupos, das 136 universidades públicas participantes da UAB, apenas nove foram selecionadas para oferecer o limite máximo de 2.160 vagas que o edital permite, entre as quais a Unimontes e a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) - únicas de Minas Gerais com a possibilidade de disponibilização integral de turmas.

Com o resultado, a Universidade Estadual de Montes Claros alcançará a sua maior entrega simultânea de cursos. Atualmente, sob a coordenação do Cead, existem 24 pólos municipais com 1,6 mil alunos em cinco cursos diferentes.

"A partir dessa nova oferta, a Unimontes passará a coordenar 49 polos ao mesmo tempo, chegando próxima à marca de quatro mil alunos em EaD", explica o diretor, Fernando Queiroz. Conforme o edital 9/2022, serão 12 cursos em 41 polos/municípios, sendo 2.160 alunos em 60 turmas. Serão dois processos seletivos, com a primeira entrada entre agosto e outubro deste ano, com quatro licenciaturas (756 vagas) e duas especializações (324 vagas). A segunda entrada está prevista para janeiro a março de 2023, com mais quatro cursos (756 alunos) e duas especializações (324 vagas).