DUPLICIDADE DE DADOS

Prefeitura desmente informação sobre quarto óbito por dengue

Secretaria de Estado chegou a confirmar nova morte pela doença, e município fala em duplicidade de dados
Por: Ralph Diniz | Categoria: Saúde | 25-05-2023 13:28 | 3179
Foto: Reprodução

No início desta semana, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou o que seria o quarto óbito por dengue no ano em São Sebastião do Paraíso. Contudo, a prefeitura contestou a informação, declarando que se trata de uma duplicidade de dados.

O suposto quarto óbito causado pela dengue em Paraíso chegou a ser noticiado pela imprensa regional e repercutiu na cidade. Diante disso, a reportagem do Jornal do Sudoeste entrou em contato com a Administração Municipal, que emitiu a seguinte nota: “A Prefeitura de São Sebastião do Paraíso, por meio da Vigilância em Saúde, informa que o óbito registrado no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), nessa segunda-feira, 22 de maio, trata-se um dado duplicado no sistema. A Superintendência Regional de Saúde de Passos já foi informada sobre o dado inconsistente para que haja a correção deste”.

Desse modo, o número de mortes confirmadas pela doença em 2023 no município permanece em três, sendo um menino de seis meses de idade e duas mulheres, de 38 e 77 anos. Não há informações se existem outros óbitos causados por dengue sob investigação.

E por falar em números, a Coordenadoria de Vigilância em Saúde registrou a sexta queda seguida de casos suspeitos de dengue no município. De acordo com o último boletim epidemiológico, foram contabilizados 252 casos prováveis da doença entre os dias 14 e 20 de maio. Na semana anterior, do 7 ao dia 13, foram 421; já entre 29 de abril a 6 de maio, 458 pessoas haviam procurado o sistema de saúde com sintomas semelhantes ao da doença, e 23 a 29 de abril, eram 536 notificações.

Com a atualização, Paraíso passa a ter 6.570 casos suspeitos de dengue, sendo que 2.453 pessoas testaram positivo para a doença desde o dia 1º de janeiro – 122 casos a mais do que na última semana. Além disso, existem 960 casos negativos e 2019 pessoas ainda aguardam resultado ou agendamento de exame de sangue. Por fim, 979 pacientes se recusaram a fazer o teste laboratorial.