NADADOR NOVA ZELÂNDIA

Paraisense Raphael Marinzeck Borborema, melhor nadador em sua faixa etária na Nova Zelândia

Este tem sido um grande ano para o nadador Raphael Marinzeck Borborema, e está prestes a ficar ainda maior
Por: Nelson Duarte | Categoria: Esporte | 02-08-2023 17:38 | 2339
Foto: Reprodução

O brasileiro/neozelandês Raphael Marinzeck Borbore-ma foi o melhor nadador em sua faixa etária no circuito de águas abertas da Nova Zelândia (NZ Ocean Series) no último verão, quebrou um recorde nacional 200 metros peito, que perdurava por mais de 16 anos na piscina em maio, acabou de ser nomeado como “Swimfluencer” pelos organizadores da série de águas abertas, a qual foi campeão no verão passado. Nessa semana ele estará em Fukuoka, no Japão, para competir com os melhores do mundo no Campeonato Mundial Master de Esportes Aquáticos.

O campeonato terá início nesta quarta-feira, 2, e vai até o dia 11. Raphael nada em águas abertas quinta-feira, 3, e depois em piscina. No dia 6, disputa prova de 100 metros peito, dia 7, na modalidade borboleta, 50 metros, dia 9 revezamentos, dia 10 prova 200 metros peito, e no dia 11 nada 50 metros peito.

Pai de Noah, Raphael trabalha como especialista em TI para a Bell Computers em Nelson na Nova Zelândia.

Raphael começou a nadar seriamente na adolescência no Brasil, mais precisamente em São Sebastião do Paraíso, competindo em nível regional, estadual e nacional e conquistando vários títulos estaduais nadando peito.

Quando foi para a universidade, Raphael deixou as competições, mas voltou ao esporte em 2006, nadando de forma competitiva em São Carlos (SP), onde sagrou-se campeão estadual de não federados daquele mesmo ano.

Uma estada de dois anos na Nova Zelândia, a partir de 2007, também lhe deu a chance de experimentar a natação em águas abertas, quando ele enfrentou a travessia de três quilômetros do Porto de Auckland.

Depois disso, a natação foi deixada de lado por muitos anos.

Ele voltou à Nova Zelândia com sua então namorada em 2013, mudando-se para Nelson em 2021, mas no meio daquele ano passou por um grande problema pessoal.

“Minha cabeça estava em um lugar ruim. Fui à piscina (Riverside Pool) para ver se algumas braçadas ajudariam a melhorar minha cabeça. Lá conheci um nadador que me falou sobre o grupo de treinamento da manhã”.  Nessas sessões, Raphael conheceu um grupo de nadadores que se tornaram seus melhores amigos e apoiadores.

As provas em águas abertas se tornaram comuns, com as séries natação no mar do Porto de Nelson, e as provas de longa distância acontecendo durante o verão.

Ele também participou da travessia de cinco quilômetros no Porto de Akaroa, parte da série de águas abertas no oceano da Nova Zelândia, o que lhe deu um gostinho da competição nacional.

No último verão, vitórias em Wellington, Mt Maunganui e Mission Bay lhe deram o título nacional na faixa etária de M35-39.

De volta à piscina, Raphael redescobriu sua especialidade, a prova do estilo peito. Sem treinamento específico, em maio no Campeonato Nacional Master da Nova Zelândia em piscina de longa distância, ele quebrou o recorde de 200 metros em um tempo de 2 minutos e 42 segundos cravados. O antigo recorde remontava a 2007.

Tendo contratado um treinador pessoal para aprimorar sua velocidade, Raphael deixou o grupo de treinamento da Riverside Pool para focar na natação em piscina. O treinador de São Paulo, Rodrigo Trivino, que ganhou o prêmio de melhor treinador master no Brasil em 2021 e 2022 e também é campeão mundial de sua faixa etária na piscina.

Trivino colocou Raphael em um programa personalizado, que agora ganhou um foco maior com a vitória na prova de peito. A decisão foi tomada para competir internacionalmente no campeonato mundial no Japão.

Desde então, a organização da série de águas abertas da NZ o tornou um “Swimfluencer”, (Título criado pelos organizadores da série a qual escolhe cinco atletas por temporada algo como influenciadores da natação em nível nacional), usando seu perfil alto e habilidades nas redes sociais para motivar e encorajar outros nadadores para o próximo verão.

Domingo, 30 de julho, Raphael voou para Fukuoka, onde competirá na categoria M40-44 pela equipe Brasil Masters, nadando primeiro na prova de três quilômetros em águas abertas, e depois na piscina nas provas de peito de 50m, 100m e 200m e borboleta de 50m.

Além disso, ele será nadador de revezamento em três provas, nadando estilo livre em equipes masculinas e mistas e peito em um revezamen-to medley. (por Peter Gibbs, matéria escrita em inglês em seu blog (Staying alive at 75) e também publicada no jornal local de Nelson, cidade na Costa Sul da Nova Zelândia.

A atuação de Raphael no Japão pode ser acompanhada pelo Instagram dele, em @raphaswims.

Raphael e seu filho Noah