PLANO SAFRA 2022/2023

Sicredi financiou R$ 1,5 bilhão no Plano Safra 2022/ 2023 em MG

O número de operações realizadas pela instituição registrou aumento em relação ao ciclo anterior
Por: . | Categoria: Brasil | 25-10-2023 01:21 | 426
Foto: Arquivo

O Sicredi, uma das instituições que mais fomentam o agronegócio no país, encerrou o Plano Safra 2022/2023, com mais de 6 mil operações realizadas em Minas Gerais. Em volume concedido, o valor liberado foi de R$ 1,5 bilhão, aumento de 53% em relação ao ciclo anterior. “O Sicredi tem uma forte presença no campo e em toda a cadeia do agrone-gócio, o que reflete nos números do Plano Safra.

Além disso, o número positivo de operações significa que o crédito rural chega a mais associados, possibilitando que mais pessoas possam buscar o crescimento econômico sustentável”, explica o presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, Márcio Port.

Referente à CPR – título que pode ser emitido por produtores rurais e por cooperativas de produção com a finalidade de obtenção de recursos para desenvolver seu empreendimento – foram mais de 2,1 mil operações, totalizando mais de R$ 504 milhões.

Em nível nacional, o Sicredi liberou volume recorde de financiamento aos produtores rurais. Foram R$ 51,7 bilhões em mais de 308 mil operações, considerando R$ 18 bilhões em CPR, um aumento de 136% em comparação ao ano-safra anterior. Já a agricultura familiar totalizou R$ 11,4 bilhões, 52% acima do ciclo anterior.

O Sicredi, presente em mais de 1,8 cidades brasileiras e com mais de 2,5 mil agências em todo o país, é o segundo maior financiador do agronegócio no Brasil.

O número de operações realizadas pela instituição registrou aumento em relação ao ciclo anterior

O Sicredi, uma das instituições que mais fomentam o agronegócio no país, encerrou o Plano Safra 2022/2023, com mais de 6 mil operações realizadas em Minas Gerais.

Em volume concedido, o valor liberado foi de R$ 1,5 bilhão, aumento de 53% em relação ao ciclo anterior. “O Sicredi tem uma forte presença no campo e em toda a cadeia do agronegócio, o que reflete nos números do Plano Safra.

Além disso, o número positivo de operações significa que o crédito rural chega a mais associados, possibilitando que mais pessoas possam buscar o crescimento econômico sustentável”, explica o presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, Márcio Port. Referente à CPR – título que pode ser emitido por produtores rurais e por cooperativas de produção com a finalidade de obtenção de recursos para desenvolver seu empreendimento – foram mais de 2,1 mil operações, tota-lizando mais de R$ 504 milhões.

Em nível nacional, o Sicredi liberou volume recorde de financiamento aos produtores rurais. Foram R$ 51,7 bilhões em mais de 308 mil operações, considerando R$ 18 bilhões em CPR, um aumento de 136% em comparação ao ano-safra anterior. Já a agricultura familiar totalizou R$ 11,4 bilhões, 52% acima do ciclo anterior.

O Sicredi, presente em mais de 1,8 cidades brasileiras e com mais de 2,5 mil agências em todo o país, é o segundo maior financiador do agronegócio no Brasil.

Raíza Goi Borba