AGRICULTURA FAMILIAR

Programa de Aquisição de Alimentos impulsiona agricultura familiar em Paraíso

Programa do Conab adquire R$240 mil em alimentos de produtoras paraisenses e beneficiará cerca de 200 famílias da cidade
Por: . | Categoria: Agricultura | 02-12-2023 00:55 | 167
Com apoio da Emater e do Conselho Municipal de Desenvolvimento rural, 17 mulheres agricultoras venderão mais de R$240 mil em alimentos em um ano
Com apoio da Emater e do Conselho Municipal de Desenvolvimento rural, 17 mulheres agricultoras venderão mais de R$240 mil em alimentos em um ano Foto: Maria Eduarda Magalhães

Um grupo de 17 mulheres produtoras rurais de São Sebastião do Paraíso concretizou a entrega de produtos agrícolas para o parte do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Os alimentos serão destinados a cerca de 200 famílias carentes do município.

O investimento do PAA na compra de produtos cultivados pelas agricultoras familiares de Paraíso foi de R$ 240.807,62 e tem validade de um ano. Além do fortalecimento da economia local, a ação vai contribuir para a garantia da segurança alimentar de famílias em situação de vulnerabilidade social e nutricional que são cadastradas na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.

Marcelo Moraes da Silva, presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS), destaca a importância da iniciativa: “O programa adquiriu produtos de 17 produtoras mulheres de nossa agricultura familiar, o que valoriza ainda mais nosso município. Essas mercadorias são entregues à Secretaria de Desenvolvimento Social, que, por meio dos CRAS, as transforma em cestas básicas para famílias necessitadas. É uma ação que beneficia todos: as produtoras locais que recebem um justo valor pelos seus produtos e as famílias que recebem as cestas”.

O presidente do conselho também destaca o papel da Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais) nesse processo. Segundo ele, sem o apoio da entidade, não seria possível participar do programa. “Não podemos nos esquecer que a Emater foi fundamental para essa conquista. Foi ela que correu atrás de toda a documentação, toda a papelada, para que tudo desse certo. Além disso, temos que agradecer ao apoio da Secretaria Municipal de Agricultura, que tem nos dado todo o suporte necessário”, destaca Moraes.

Sirlei Sanfelice de Carvalho, engenheira agrônoma e extensionista da Emater, explica que o PAA é um programa federal executado pela Conab. Segundo ela, com um planejamento cuidadoso, o programa se alinha com as safras locais, garantindo produtos frescos e de qualidade às famílias beneficiadas. “Além de fortalecer a economia local e apoiar os agricultores familiares, o programa tem um foco social, assistindo pessoas com vulnerabilidade econômica e nutricional”

A engenheira agrônoma ainda esclarece que a Emater desempenha um papel central na gestão do projeto, desde a garantia da qualidade dos produtos até a prestação de contas, assegurando transparência e eficiência. “Além de estarmos junto nas entregas, também vamos ver todos os produtos, porque as produtoras têm que manter padrão de qualidade. Também cuidamos da gestão dos documentos e a prestação de contas. Nós fazemos e encaminhamos para a CONAB e a CONAB realiza o pagamento para as produtoras. Então são várias mãos trabalhando, mas a logística desse processo burocrático, quem está à frente é a Emater”.

Ainda segundo a extensio-nista, o projeto pode ser prorrogado. “Nós escrevemos para execução de um ano, porque os produtos que os produtores fizeram, o compromisso de entrega, são produtos que dá para fazer com uma safra. Então, por exemplo, o que não deu para entregar agora, que foi pêssego, goiaba, manga, vai para a próxima safra, início de janeiro e até o final do ano que vem. Então, o projeto inicia agora, em novembro, e vai até novembro do ano que vem”, conclui Sirlei.

Alimentos produzidos pelas participantes do programa da Conab serão distribuídos para mais de 200 famílias carentes de Paraíso