FOGOS DE ARTIFÍCIO

Vereador lança campanha contra fogos de artifício nas festas de final de ano

Juliano Reis (Biju) lidera uma ação para sensibilizar a população sobre os perigos dos fogos barulhentos durante as festividades de Natal e Ano Novo
Por: Ralph Diniz | Categoria: Mundo | 23-12-2023 04:17 | 1122
Vereador Juliano Reis (Biju)
Vereador Juliano Reis (Biju) Foto: Divulgação

Autor das leis de proibição e multa para quem comercializa ou pratica a soltura de fogos de estampido, o vereador Juliano Reis (Biju), inicia uma campanha de conscientização neste final de ano. A intenção é propagar vídeos sobre o mal que o artefato ruidoso ocasiona, já que estamos há poucos dias dos festejos de Natal e de ano novo.

"Quem acompanha meu trabalho, sabe da minha luta por evolução em nossa Paraíso, para que se encerre essa cultura egoísta e retrógrada de soltura de fogos de estampido," afirma o vereador no início da campanha. O vídeo apresenta trechos de intervenções feitas pelo por ele em sessão ordinária, defendendo os projetos de lei contra os fogos ruidosos. "Para mim o estampido é o simbolismo de uma guerra. E o que é uma guerra? É um bando de imbecis que no egoísmo causa mal, causa dor ao próximo", declara.

O vídeo mostra também a reação traumática, o sofrimento e dor de crianças autistas e animais domésticos no momento da explosão dos fogos. O vereador encerra o conteúdo dizendo: "Compartilhe este vídeo, para que toque não apenas na consciência das pessoas, mas também no coração. Pelos autistas, pelos animais, pelos idosos acamados. Não solte fogos de estampido nesse réveillon."

Durante seu mandato, o vereador conseguiu a aprovação de dois projetos de lei relevantes: a proibição da fabricação, armazenamento e comercialização de fogos de artifício e artefatos pirotécnicos com estampido em São Sebastião do Paraíso, e a imposição de multas para quem descumprir essa lei municipal. As multas variam de 10 a 20 VRM"s (Valor de Referência do Município), dobrando em caso de reincidência. Atualmente, o VRM é de R$ 235,89.

Biju explica a importância da campanha: "Não basta instituir leis, a maior luta é contra a falta de conscientização. Existem leis de tolerância zero para bebida e volante, mas ainda há quem descumpra. Por isso, campanhas educativas são essenciais."

Otimista, o vereador fala sobre a situação dos fogos em Paraíso: "A tradição de soltar fogos era um ato egoísta que desrespeitava quem tem sensibilidade auditiva aguçada. Com o passar dos anos, a mudança de legislação e a insistência em conscientização, a prática vem reduzindo. Sinto que minha luta está valendo a pena. Quem não se sensibilizar com o vídeo, é um verdadeiro doente sem coração", conclui.