CARNAVAL SEGURO:

Estratégias de proteção para as mulheres

Especialista em segurança fala sobre atitudes que mulher podem tomar para evitar abusos durante os dias de festa
Por: Ralph Diniz | Categoria: Saúde | 10-02-2024 06:03 | 684
Número de registros de crimes contra a mulher aumentam consideravelmente durante os dias de Carnaval
Número de registros de crimes contra a mulher aumentam consideravelmente durante os dias de Carnaval Foto: Divulgação

O Carnaval é um momento de alegria e celebração, mas também exige atenção redobrada à segurança pessoal, especialmente para as mulheres. Diante do aumento de registros de tentativas e consumações de abusos nesse período, Roney Vilaça, investigador de Polícia Civil e especialista em segurança, oferece conselhos essenciais para quem deseja festejar com segurança.

“Durante o Carnaval, é comum que as pessoas se permitam relaxar mais e, muitas vezes, consumir bebidas alcoólicas. Se esse for o caso, é crucial não se separar do seu grupo”, adverte Vilaça. O especialista enfatiza a importância do cuidado mútuo: “Se alguém do grupo exceder na bebida, é responsabilidade de todos garantir que essa pessoa não fique sozinha”.

A mobilidade segura é outra preocupação destacada por Vilaça. “Opte por transportes confiáveis. Ao usar aplicativos de carona, compartilhe sua rota com alguém de confiança e mantenha comunicação durante o trajeto”, aconselha. Ele também alerta para os riscos em estacionamentos ou locais pouco iluminados: “Evite áreas escuras e ermas. No Carnaval, prefira sempre caminhar em locais iluminados e com fluxo de pessoas”.

Vilaça expande suas dicas para a vigilância de bebidas. “Nunca aceite bebidas de estranhos e esteja sempre atenta ao seu copo para evitar qualquer risco de ser drogada”, alerta o investigador, sublinhando uma preocupação comum em festas e aglomerações.

O especialista também sugere o uso de acessórios mínimos e a não exposição de objetos de valor, para evitar atrair atenções indesejadas. “Mantenha seus pertences seguros e à vista, preferencialmente em bolsas transversais ou pochetes à frente do corpo”, orienta.

Ainda segundo Roney Vilaça, a comunicação é uma ferramenta poderosa de segurança. “Estabeleça um ponto de encontro com seu grupo, para o caso de alguém se perder”, recomenda, evidenciando a importância da organização prévia, e também destaca a importância de ouvir a intuição: “Se algo não parece certo, confie no seu instinto e retire-se da situação. A segurança deve ser sempre a prioridade”.

Além das precauções pessoais, segundo o investigador, é vital que as mulheres saibam que nunca estão sozinhas e que buscar ajuda é um direito e uma ferramenta crucial em momentos de ameaça. “Em qualquer sinal de perigo, não hesite em procurar ajuda. Seja das forças de segurança, que estarão presentes em grande número durante o Carnaval, ou de pessoas ao redor. A solidariedade pode salvar vidas”, afirma Roney Vilaça. O especialista reforça: “Sua segurança é primordial, e há sempre alguém disposto a ajudar. Jamais tenha medo ou vergonha de buscar apoio”, conclui.