TRANSFERIDOS

Detentos envolvidos em tentativa de motim em Paraíso são transferidos

Doze presos foram levados para três penitenciárias do Estado sob forte escolta. Maioria faz parte de facção criminosa
Por: Ralph Diniz | Categoria: Polícia | 22-03-2024 09:20 | 1146
Foto: Divulgação

Nesta semana, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp) divulgou os nomes dos detentos envolvidos na tentativa de motim ocorrida no presídio de São Sebastião do Paraíso no dia 12 de março, bem como as unidades prisionais para onde eles foram transferidos.

Ao todo, 12 presos participaram do motim ocorrido em uma das celas da ala masculina do presídio. Segundo informações, quatro deles foram conduzidos para a penitenciária Deputado Expedito de Faria Tavares, no município de Patrocínio; cinco foram levados para o complexo penitenciário Doutor Pio Soares Canedo, em Pará de Minas, e outros três seguiram para a penitenciária de Formiga.

De acordo com o responsável pela Comissão de Diretos Humanos da Câmara de Vereadores de Paraíso, Pedro Delfante, todos foram remanejados pelo Comando de Operações Especiais da Polícia Penal de Minas Gerais (COPE), grupo de elite responsável por escoltas, intervenções e outras ações dessa natureza nas unidades prisionais no Estado.

Na tarde do dia 12 de março, os 12 detentos aproveitaram o momento de abertura de uma cela durante o retorno de um outro detento que havia passado por atendimento jurídico para tentarem fugir, sendo que alguns deles conseguiram sair do local. Os policiais penais agiram rápido e conseguiram controlar a situação por meio de táticas de contenção enquanto os presos ainda estavam no corredor.

Durante o fato, dois agentes penais e alguns detentos ficaram feridos, sem gravidade. Todos os envolvidos foram encaminhados para atendimento médico na UPA. Segundo informações obtidas pela reportagem do Jornal do Sudoeste, a maioria dos presidiários envolvidos na tentativa do motim fazem parte de uma facção criminosa que atua dentro e fora de presídios.