MULHER

ACISSP Mulher discute o mercado de trabalho em Paraíso

Encontro mensal das empreendedoras, que foi uma roda de conversa, discutiu as dificuldades encontradas pelas empresárias em contratação de mão de obra e ocupação das vagas abertas nas empresas locais.
Por: . | Categoria: Cidades | 03-04-2024 04:00 | 107
Foto: Divulgação

A ACISSP Mulher, Câmara Setorial da associação para o empreendedorismo feminino, realizou na terça-feira, 26 de março, o seu encontro mensal. A reunião contou com diversas empreendedoras no salão nobre da associação para discutir os desafios da formação das equipes no período pós pandemia. Participou do encontro a especialista em RH Tais Sillos, sócia fundadora da empresa T&S Soluções Inteligentes em RH.

A presidente da ACISSP Mulher, Erica Dias Garcia, deu as boas-vindas às participantes e iniciou a exposição sobre o cenário atual do mercado de trabalho em território nacional. Citando os desafios de contratar após a pandemia do corona vírus, ficou evidente que entre todas as participantes há uma dificuldade muito grande em preencher vagas abertas e, em alguns casos, reter a mão de obra já existente nas empresas.

As mudanças na forma de prestação de serviços como o home office e o surgimento de outros modelos, como o anywhere office (o trabalho que pode ser prestado de qualquer lugar do mundo) e seus reflexos ainda estão sendo absorvidos pelas empresas e essa realidade impõe inúmeros desafios aos empreendedores.

Um ponto comum na reunião é que essa dificuldade de preenchimento de vagas é um fenômeno nacional e que tem seus desafios na cidade. Dados apresentados na reunião mostram que a taxa de desemprego no país em 2023 é a maior dos últimos 10 anos e que o Brasil está entre os dez países com maior índice de subdesenvolvimento por baixa produtividade.

"Temos as vagas de trabalho, abertas pelas empresas, e as vagas de recursos humanos. Que é formado por todos os profissionais aptos a preencherem essas vagas. Nesse pós-pandemia é preciso entender esse cenário em que alguns processos foram acelerados e várias mudanças foram antecipadas. Entre os desafios das pessoas componentes do mercado de trabalho e mercado de recursos humanos, cabe ao empreendedor encontrar soluções e se adaptar a essa nova realidade e novos modelos, seja adotando tecnologia na parte de recrutamento e seleção, trabalhando a questão da jornada de trabalho do seu colaborador, trazendo inovação e melhorando os processos internos de suas organizações", analisou Erica Garcia.

A especialista em RH, Tais Sillos, destacou que a relação entre empresa e colaborador mudou de forma acentuada no período da pandemia e que é necessário que os empreendedores adotem modelos de convivência que fidelizem os seus talentos em seus negócios.

Tais ainda frisou que os métodos de entrevista e seleção dos candidatos precisa ser mais eficiente e definir bem o perfil esperado para a vaga aberta e buscar os profissionais que se enquadrem nas características necessárias, tornando o processo mais assertivo e com menor probabilidade de erro. Segundo a especialista, as aptidões do candidato devem ser levadas em consideração para que ele possa se sentir realizado, motivado e pronto para desenvolver sua função.

Outro ponto destacado foi a necessidade de as empresas trabalharem a cultura organizacional entre os trabalhadores e desenvolver ainda a marca empregadora.

"É importante essa discussão que mostra que essa é uma dor comum entre as empresas locais. Esse diagnóstico possibilita também que a ACISSP possa promover ações, como cursos, treinamentos e demais atividades que possam formar a mão de obra e capacitar as empresas associadas para essa anova realidade", conclui Erica.

A ACISSP oferece aos seus associados o PROE, que é o Programa de Estágios, com a oferta de seleção de jovens estagiários para diversas empresas que utilizam essa forma de preenchimento de vagas específicas em seu quadro profissional. Outro projeto em andamento é o Empregar. Hoje é realizada a captação e seleção de currículos e a divulgação das vagas de emprego na cidade. O objetivo e ampliar esse serviço e passar a oferecer uma análise prévia de perfil para facilitar o preenchimento dos postos de trabalho existente nas empresas associadas, conectando-as aos candidatos mais adequados às mesmas.

A próxima reunião da ACISSP Mulher está marcada para este mês.

Para conhecer mais sobre a ACISSP Mulher ou sobre o Projeto Empregar, os interessados podem entrar em contato com a associação pelo WhastApp (35) 3539-4400. (Assessoria de Imprensa ACISSP/CDL)