SUSPEITOS DENGUE

Número de casos suspeitos de dengue cai pela metade em uma semana

Apesar da queda, prefeito rechaça sensação de controle e declara: “Não podemos relaxar”. Mortes suspeitas sobem para cinco
Por: Ralph Diniz | Categoria: Saúde | 25-05-2024 05:30 | 750
Foto: Raul Santana / Fiocruz

Na última semana epidemiológica, São Sebastião do Paraíso atingiu um dos menores índices de notificações de dengue do ano, caindo mais de 50 por cento de casos em relação aos sete dias anteriores. Contudo, a prefeitura segue pedindo atenção à população, já que cinco mortes possivelmente causadas pela doença são investigadas.

Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, entre os dias 19 e 24 deste mês, 235 casos suspeitos de dengue haviam sido registrados em Paraíso. Para se ter ideia da dimensão da queda, na semana anterior, de 12 a 18 de maio, 487 pessoas haviam procurado o sistema de saúde público ou particular com sintomas semelhantes aos da doença. A baixa se mostra ainda maior, de acordo com os dados, quando a perspectiva se abre até a semana entre os dias 5 e 11, quando 575 casos foram entraram na lista.

Prefeito de Paraíso e responsável pela Secretaria Municipal de Saúde, Marcelo Morais atribui a diminuição dos casos registrados ao trabalho realizado pela equipe do Departamento de Vigilância Epidemiológica, que tem trabalhado em todo o município combatendo o mosquito transmissor da doença nos quintais dos moradores, nos terrenos baldios e nos lotes vagos. Além disso, o prefeito ressalta que o uso do inseticida permetrina em áreas com alta incidência de infestação do Aedes aegypti tem colaborado. “Nossa esperança é que os números fiquem nesse patamar por duas semanas para conseguirmos respirar”. Apesar disso, Morais lembra que não é momento da população “relaxar” nos cuidados para evitar a proliferação do mosquito.

Desde o dia 1º de janeiro até o final desta semana, Paraíso registrou 4655 casos prováveis de dengue, sendo 1946 positivos e 899 negativos. Além disso, 1810 ainda estão em aberto e 683 pessoas se recusaram a fazer ao exame que detecta a doença ou faltaram no dia da coleta de sangue. Entre os bairros de Paraíso com mais casos confirmados de dengue nas últimas semanas estão: Centro (39 casos), Nossa Senhora Aparecida e Guardinha (29), Vila Formosa (28) e Mocoquinha (27).

Apesar da queda nos números, os óbitos em investigação que podem ter sido causados pela doença subiram de três para cinco nas últimas semanas. Não há nenhuma morte confirmada no município em 2024 até o momento. Algo diferente do que vem ocorrendo em outras cidades da região. Nesta semana, foi divulgado que Passos, em menos de cinco meses, igualou o número de mortes por dengue em todo ano de 2023: nove. Já são 23 vítimas fatais confirmadas no Sudoeste Mineiro.