AGROECOLÓGICO

Coletivo Agroecológico Gaia de Paraíso, participa de encontro do Polo Agroecológico

Por: . | Categoria: Educação | 14-04-2023 09:46 | 1004
Foto: Reprodução

O Coletivo Agroecológico Gaia, de São Sebastião do Paraíso, participou no dia 6 de abril, do encontro presencial da Coordenação Ampliada do Polo Agroecológico do Sul e Sudoeste de Minas, realizado na sede central da Universidade Federal de Alfenas (Unifal-MG) em Alfenas.

O encontro teve como objetivo reunir os representantes das organizações, movimentos sociais e instituições de ensino que compõem o Polo para dialogar sobre a conjuntura, os caminhos e os desafios da agroecologia no Sul e Sudoeste de Minas, e definir uma agenda comum de ações para os próximos meses de 2023.

O encontro integra as ações do projeto “Fortalecimento do Polo Agroecológico do Sul e Sudoeste de Minas Gerais, diagnóstico e atividades de construção territorial do conhecimento Agroecológico”, coordenado pelo IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas e financiado por uma emenda parlamentar do deputado federal Rogério Correia.

O Polo Agroecológico do Sul e Sudoeste de Minas é um espaço de articulação política e construção coletiva da agroecologia, instituído pela Lei Estadual nº 23.939, de 23 de setembro de 2021, e possui um papel político e atuante na defesa da luta pela terra, dos territórios, dos sistemas agroalimentares agroecológicos, da soberania alimentar, do meio ambiente e da biodiversidade.

Por meio da articulação entre diversos atores, o Polo apoia e organiza atividades de diagnóstico, sistematização, mobilização e construção do conhecimento agroecológico como pesquisas, encontros, reuniões, cursos e oficinas, baseadas na valorização dos saberes ancestrais das agricultoras e agricultores e da ciência socialmente relevante e comprometida com a vida.

Estiveram presentes também representantes da Orgânicos Sul de Minas, da Cooperativa dos Agricultores Familiares de Poço Fundo (COOPFAM), da Aliança em Prol da APA da Pedra Branca, da ONG Rizomar, do Mutirão Agroflorestal, da Articulação dos Empregados Rurais do Estado de Minas Gerais (Adere-MG), do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida, do Núcleo de Estudos em Trabalho, Agroecologia e Soberania Alimentar (NETASA) da Unifal-MG, do Núcleo de Estudos em Agroecologia Yebá Ervas & Mato da Universidade Federal de Lavras (UFLA), do Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica (NEAPO) do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS) – Campus Machado e do Grupo de Estudos em Planejamento Territorial e Ambiental (GEPLAN) do IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas. (por Tatiana Plens)